40 mil alunos receberão o Projeto Lei Maria da Penha nas Escolas (Jornal Meio Norte – 10/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O “Projeto Lei Maria da Penha nas Escolas: desconstruindo a violência, construindo o diálogo” que tem como foco reduzir os índices de violência contra a mulher, já visitou 80 escolas do Estado e conseguiu atingir 31 mil alunos do 5ª ao 9ª ano. A meta é que 40 mil alunos participem das ações.

A iniciativa é uma parceria da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) e do Ministério Público Estadual (MPE), que vem realizando palestras de capacitação para professores, alunos e comunidade escolar. Segundo Marcilane Gomes, Coordenadora Municipal de Políticas Públicas para Mulheres, a mobilização realizada para os alunos trabalha com o lúdico através da Literatura de Cordel, lida e cantarolada por cordelista.

“Discutir a violência contra a mulher tendo como recurso a Literatura de Cordel, gibis e a presença do cordelista Tião Simpatia, faz com que esta informação seja repassada de forma lúdica e atraente, o que facilita a assimilação e a reflexão no ambiente escolar e na própria casa dos alunos”, acredita.

Marcilane Gomes explica que o trabalho desenvolvido pelo Projeto Lei Maria da Penha nas Escolas pretende instruir os alunos, fazendo com que a temática violência contra a mulher seja repensada na sociedade. “A gente tem articulado ações em todas as perspectivas em defesa da mulher. A mobilização feita com o Projeto Lei Maria da Penha, vem para dar maior visibilidade e reflexão a esse problema social, trabalhando com a desconstrução da cultura machista”, destaca.

De acordo com Francisco de Jesus Lima, promotor de Justiça, o diferencial do projeto vem com a amplitude de atividades trabalhadas, por não se restringir apenas a palestras escolares. “Trabalhar o projeto nas escolas é uma forma de educar uma geração voltada para uma igualdade de gênero, o que antes não existia na educação. É necessário o enfrentamento à violência contra a mulher, buscando que cada um ocupe seu espaço, desenvolva suas ações e, de forma concatenada, unifique essas ações para que se obtenha um resultado positivo.”, esclarece.

Acesse no site de origem: 40 mil alunos receberão o Projeto Lei Maria da Penha nas Escolas (Jornal Meio Norte – 10/11/2015)