6 aplicativos que ajudam mulheres a se proteger contra violência (Super Interessante – 14/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Nem só de jogos e paquera é feito o mundo dos apps. Várias iniciativas mostram que a tecnologia também pode auxiliar mulheres em situação de violência e abuso. Confira aqui os mais legais:

1 – Safetipin

O app que já chegou na América Latina tem a intenção de promover segurança através de mapas. A ideia é que pessoas avaliem ruas, parques e praças de acordo com 9 critérios, como iluminação, visibilidade e quantidade de pessoas. As informações são relevantes especialmente para mulheres, que não podem andar sozinhas na própria cidade sem medo de assedios ou violência sexual. Um botão de emergência também é disponibilizado: a mulher é rastreada e, se entrar num lugar considerado perigoso, uma mensagem é enviada automaticamente para um contato escolhido. Disponível em inglês e espanhol para iOS e Android.

Safetipin

2 – Hazme el Paro

Visa reduzir os abusos no transporte público. Visto que apenas uma em cada cinco mulheres reporta o ocorrido, por medo ou vergonha, o aplicativo faz o trabalho da denúncia pela vítima. Através de internet gratuita, quem baixar o aplicativo pode reportar assédio que testemunhou ou sofreu. O usuário é instruído a mandar a reclamação para a central, que automaticamente solta uma mensagem pelos auto-falantes instalados nos ônibus, dizendo que abusos sexuais não serão tolerados, para intimidar agressores. O app está em desenvolvimento com apoio do Banco Mundial em parceria com a Corevsa, uma empresa privada de ônibus no México. Saiba mais aqui.

3 – Clique 180

A Lei Maria da Penha está presente no aplicativo, na íntegra, divida por capítulos para consulta. Ele orienta mulheres que sofreram qualquer tipo de agressão, mostra delegacias próximas e explica os diferentes tipo de violência de gênero. Também conta com um mapa colaborativo, e todas as telas do app possuem botão com ligação direta para o 180, número da Central de Atendimento à Mulher. A iniciativa é da ONU Mulheres no Brasil. Disponível para iOS e Android.

4 – Aspire News

À primeira vista, esse app parece com um outro qualquer que mostra notícias diárias. Mas ao clicar na aba “Help” (Ajuda), uma página com recursos para quem está em situação de abuso aparece. Estão incluídos depoimentos de mulheres que passaram por violência doméstica, explicações didáticas e o mais interessante: um Abuser’s Playbook, que lista as desculpas mais usadas pelos abusadores para controlar a vítima. Possui um botão de emergência, que, quando pressionado, entra em contato com pessoas previamente selecionadas e com autoridades locais. Disponível no Brasil em inglês para iOS Android.

AspireNews

5 – Minha Voz

Através do aplicativo é possível escrever depoimentos, relatando algum caso de violência e abuso. A intenção é dar visibilidade aos casos, e criar uma rede de apoio, mostrando que nenhuma mulher está sozinha. Elas são incentivadas a realizar a denúncia e também têm acesso a mapas, que mostram os serviços públicos disponíveis que podem ajudar. Foi vencedor da maratona Hackathon, promovida pela Câmara dos Deputados, em 2014, com o tema “Violência contra a mulher”. Funciona em versão beta aqui.

6 – bSafe

Assim como a maioria dos apps de segurança, entra em contato com pessoas selecionadas caso você aperte o botão de emergência. Se a mulher precisar andar sozinha por um lugar em que não se sinta confortável, pode convidar um amigo para acompanhar a sua trajetória por GPS, garantindo que qualquer desvio da rota seja notado. O maior diferencial aqui é o alarme opcional, que, se acionado, toca uma sirene e começa a gravar e filmar automaticamente tudo que está acontecendo. Disponível no Brasil em português para iOS e Android.

bsafe

Ana Luísa Fernandes; Edição: Camila Almeida

Acesse no site de origem: 6 aplicativos que ajudam mulheres a se proteger contra violência (Super Interessante – 14/09/2015)