Acusado de estupro é condenado a 9 anos, mas irá recorrer em liberdade (Patos Já – 12/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O fato aconteceu no dia 16 de dezembro de 2014, no Bairro Jardim Pelluzo

O acusado de ter praticado crime de estupro de vulnerável contra uma garotinha de apenas 5 anos em Patos de Minas, ocorrido em 2014, foi condenado pela Justiça a 9 anos de prisão, mas irá recorrer em liberdade. A família da pequena vítima vinha pedindo providências a respeito do caso, uma vez que o então suspeito ficou apenas 22 dias preso e continuava solto.

O fato aconteceu no dia 16 de dezembro de 2014, no Bairro Jardim Pelluzo, quando o dono de uma padaria foi preso acusado de ter levado uma criança de apenas cinco anos para os fundos da loja e praticado sexo oral com a menina. Na época, Eurípedes Antônio de Castro, de 40 anos, chegou a ser conduzido para o Presídio Sebastião Satiro e autuado por estupro de vulnerável, mas negou ter cometido o crime.

O homem chegou a ficar preso por 22 dias e foi colocado em liberdade. A decisão revoltou os familiares que pediam providências a Justiça. Uma decisão recente condenou Eurípedes Antônio a uma pena fixada em 9 anos de reclusão em regime fechado. Mas considerando a falta de motivos para a custódia preventiva e que o acusado esteve solto durante a instrução processual, o Juiz Vinicius de Avila leite concedeu a ele o direito de recorrer em liberdade.

Por Odair Cardoso

Acesse no site de origem: Acusado de estupro é condenado a 9 anos, mas irá recorrer em liberdade (Patos Já – 12/05/2016)