Acusado de matar garota em Içara, SC, é condenado a 30 anos de prisão (G1 – 15/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Julgamento durou mais de nove horas nesta terça-feira (15) no município. Crime ocorreu no dia 4 de março; corpo foi encontrado em depósito.

O jovem Mateus Julio da Silva, de 18 anos, foi condenado a 30 anos de prisão em regime fechado nesta terça-feira (15) por estuprar e matar a adolescente Vivian Laís Philippi, de 17 anos. O crime aconteceu em março deste ano em Içara, no Sul de Santa Catarina.

O  júri popular começou às 9h30 e acabou pouco depois das 18h30, segundo o Fórum de Içara. Até a publicação desta notícia, a Justiça não havia informado sobre as qualificações do homicídio.

De acordo com a Polícia Civil, Mateus Julio da Silva estuprou a jovem e a matou por asfixia em um terreno a 200 metros da casa da vítima. O local onde o corpo foi encontrado era um depósito de material de construção.

O acusado está preso desde abril. O G1 tentou contato com o advogado dele, Vicente Machado, mas não obteve êxito.

Antes da sessão, o advogado afirmou que o crime ocorreu por um “amor não correspondido”. “Ele tinha uma atração por ela e não era correspondido. No dia [do crime] ele não usou drogas nem álcool, foi mesmo a paixão”, alega o advogado.

A defesa ainda informou que o jovem mandou uma carta para o juiz confessando o crime e dizendo que “se arrependeu de ter feito”.

Também antes do julgamento, a mãe de Vivian, Ana Luiza Philippe, disse que seria difícil olhar para acusado de matar sua filha. “Se ele foi homem para matar ela, agora ele tem que ser homem para me encarar”, disse.

O crime
Um exame de DNA feito em abril comprovou que o jovem de 18 anos estuprou e matou a adolescente, disse a Polícia Civil em abril. O crime aconteceu no dia 4 de março e chocou a cidade de Içara, no Sul de Santa Catarina.

Segundo o delegado Rafael Iaco, Silva matou a jovem para não ser preso. “Ela foi estuprada e depois foi morta para o autor poder não ser reconhecido pela vítima”.

Acesse no site de origem: Acusado de matar garota em Içara, SC, é condenado a 30 anos de prisão (G1 – 15/12/2015)