Acusado de tentativa de homicídio em Batalha deve ir a júri popular (TJAL – 03/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Magistrado que determinou a pronúncia também indeferiu pedido de liberdade do réu; decisão foi publicada nesta terça-feira (3)

O réu José Antônio Cerqueira da Silva, acusado de tentar matar Neusa Nunes dos Santos, no dia 5 de junho de 2014, no bairro Novo Horizonte, em Batalha, deve ir a júri popular. A sentença de pronúncia foi publicada no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) desta terça-feira (3).

O crime ocorreu por volta das 18h, no conjunto Juninho, no centro da cidade. De acordo com a denúncia do Ministério Público de Alagoas (MP/AL), José Antônio teria ido à casa de Neusa e iniciado uma discussão após ingerir bebida alcoólica.

Durante a briga, o réu teria sacado uma faca e desferido golpes na vítima, que resistiu aos ferimentos. Em depoimento, José Antônio disse ter agido em legítima defesa. Ele foi pronunciado pelo juiz Leonilzo de Melo Freitas e deverá ser julgado pelo crime de tentativa de homicídio. O magistrado também indeferiu o pedido de liberdade do réu.

“Nota-se que a liberdade do acusado, diante dos elementos apresentados nos autos, indicadores da periculosidade do mesmo, revela-se ameaça à ordem pública”, afirmou o juiz.

Bárbara Guimarães – Dicom TJ/AL

Acesse no site de origem: Acusado de tentativa de homicídio em Batalha deve ir a júri popular (TJAL – 03/11/2015)