Análise das Ocorrências Registradas pelas Polícias Civis (SINESPJC, jan/2004 a dez/2005)

Dados do Sistema Nacional de Estatísticas de Segurança Pública e Justiça Criminal (SINESPJC) do Departamento de Pesquisa, Análise da Informação e Formação de Pessoal em Segurança Pública da Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça revelam:

Análise das Ocorrências Registradas pelas Polícias Civis
Número e Taxas por 100 mil habitantes (Brasil, 2004-2005)

Estupros

As Polícias Civis registraram 14.153 estupros no Brasil, em 2004, e 14.557 estupros, em 2005. Deste total, aproximadamente 43% ocorreram na região Sudeste e 19% ocorreram na região Nordeste.

São Paulo foi o Estado onde ocorreu o maior número destes crimes em 2004 e 2005, concentrando cerca de 28% dos crimes ocorridos no Brasil. Por outro lado, Roraima foi o Estado onde se registrou o menor número de ocorrências deste tipo de crime.

Tabela - Distribuição das Ocorrências de Estupro Registradas pelas Polícia Civis - segundo nº e taxas/100 mil mulheres (Brasil, 2004 e 2005) (SINESPJC, jan/2004 a dez/2005)

(SINESPJC, jan/2004 a dez/2005)

Comparando-se as taxas dos diversos Estados, as maiores encontram-se em Roraima e Amapá, enquanto as menores, no Pernambuco e em Alagoas. Entre os municípios com população acima de 100 mil habitantes, destacam-se com as maiores taxas: Itabuna (BA), Francisco Morato (SP) e Porto Velho (RO).

Atentados violentos ao pudor

As Polícias Civis registraram 9.443 atentados violentos ao pudor no Brasil, em 2004, e 10.355 atentados violentos ao pudor, em 2005. Deste total, aproximadamente 28% ocorreram na região Sudeste.

São Paulo não informou estatísticas sobre esse tipo de crime. Rio de Janeiro foi o Estado que registrou maior número de ocorrências em 2004 e 2005, concentrando cerca de 16% dos crimes ocorridos no Brasil. Acre, Roraima e Amapá foram os Estados em que se registrou o menor número de ocorrências deste tipo de crime.

Tabela - Distribuição das Ocorrências de Atentado Violento ao Pudor Registradas pelas Polícias Civis - segundo nº e taxas/100 mil habitantes (Brasil, em 2004 e 2005) (SINESPJC, jan/2004 a dez/2005)

(SINESPJC, jan/2004 a dez/2005)

Comparando-se as taxas dos diversos Estados, as maiores taxas encontram-se em Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Roraima, e as menores taxas, no Piauí e em Pernambuco.

Entre os municípios com população acima de 100 mil habitantes, destacam-se com os maiores números de registro de ocorrências de atentados violentos ao pudor por 100 mil habitantes, nos anos de 2004 e 2005: Vitória (ES), Araguari (MG) e Itajaí (SC).

Acesse em pdf (823 KB): Análise das Ocorrências Registradas pelas Polícias Civis (SINESPJC, Jan/2004 a Dez/2005)