Anápolis ganha Patrulha Maria da Penha (Goiás Agora – 01/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Secretaria Cidadã inaugura nesta terça-feira, dia 2, às 9 horas, a Patrulha Maria da Penha, em Anápolis. O lançamento será no 4º Batalhão da Polícia Militar, localizado na Avenida Brasil Sul, sem nº, no Bairro Jardim Gonçalves. Composta por policiais militares femininas, a patrulha realiza ações preventivas e promove o atendimento qualificado das ocorrências de violência doméstica e familiar, dando respaldo às medidas protetivas de urgência previstas na lei 11.340/2006. Para atender a região serão disponibilizadas duas viaturas e três policiais femininas, que receberão o reforço de duas cabos e de dois soldados motoristas das viaturas.

O trabalho especializado teve início em março do ano passado, instalado na região Noroeste de Goiânia, que compreende 80 bairros da capital. Atualmente, a patrulha possui uma unidade operacional com sede na Base Administrativa da PM no Setor Marista, sob o comando da tenente-coronel Silvana. Ao todo, 17 policiais militares, sendo 10 mulheres, se dedicam aos casos dessa natureza.

Trabalho da Patrulha

Entre as atividades realizadas pela Patrulha Maria da Penha, destaca-se o acompanhamento às mulheres que queiram retirar pertences pessoais da residência onde encontra-se o agressor, mas sentem-se impossibilitadas sem o amparo policial. No ano passado foram realizados 20 apoios nesse sentido.

Atualmente, a Rede de Apoio à Mulher em Goiás é composta por 26 delegacias especializadas, uma casa de passagem em Valparaíso, seis núcleos especializados de atendimento psicossocial e jurídico às mulheres em situação de vulnerabilidade e um Centro de Referência Estadual de Igualdade localizado na Avenida Goiás, no Centro da capital.

No último ano, a patrulha realizou 1310 acompanhamentos de medidas protetivas de urgência e fez a condução de mais de 15 casos de descumprimento de medidas de proteção às delegacias especializadas. Foram realizadas 17 prisões em flagrante, tanto pela Lei Maria da Penha quanto por roubo, receptação, porte ilegal de munição, entre outras ocorrências. Em julho de 2014 foram somados 536 registros de ocorrências relativos à violência doméstica contra a mulher. Já em 2015 foram registrados 293 casos, totalizando 46% de redução dos registros de crime dessa natureza.

Acesse no site de origem: Anápolis ganha Patrulha Maria da Penha (Goiás Agora – 01/02/2016)