Lançado no RS o movimento mundial #ElesPorElas da ONU (ALRS – 14/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O Parlamento já não pensa mais como pensava, a mulher não é um ser frágil ela precisa ter os mesmos direitos que os homens. Com esta afirmação o deputado Edegar Pretto (PT), integrante do Comitê Brasileiro Impulsor ElesPorElas e coordenador da Frente Parlamentar dos Homens pelo Fim da Violência contra a Mulher, abriu o lançamento no Rio Grande do Sul do movimento mundial #ElesPorElas (HeForShe), da ONU Mulheres. A atividade ocorreu na sexta-feira (11), na Assembleia Legislativa e contou com show do cantor gaúcho Wander Wildner.

Iniciativa da ONU visa engajar homens no enfrentamento à violência contra mulheres (Foto: Leandro Molina)

Iniciativa da ONU visa engajar homens no enfrentamento à violência contra mulheres (Foto: Leandro Molina)

“Já não falo mais como eu falava, não penso mais como eu pensava, não falo mais coisas que eu falava, não tenho mais as mesmas atitudes que tinha há alguns anos.A gente fica com o ouvido mais refinado, com a palavra mais apurada quando se trata da questão de gênero e da luta que temos pela igualdade de homens e mulheres” afirmou Edegar.

Telia Negrão, que representou os movimentos sociais no ato, chamou as mulheres dos movimentos ao palco e afirmou que “nós mulheres precisamos dos homens no enfrentamento da violência contra as mulheres”. Ela ainda refletiu sobre a atual realidade “nós ainda vivemos numa sociedade patriarcal machista e profundamente perversa contra as mulheres, enquanto nós não removermos desta sociedade o seu caráter patriarcal nós ainda estaremos vivendo num mundo perverso, então a adesão dos homens nesta luta sinaliza que é possível transformar cultura”.

“Nós vivemos uma escalada de intolerância e queremos nos organizar para enfrentar todas as violências e como disse Bruno, aqui representando a ministra Eleonora Menicucci, se nós conseguirmos construir passo a passo uma cultura que combata todas as violências nós viveremos mais felizes” afirmou o deputado federal Henrique Fontana.

Já, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Cesar Faccioli saudou os homens presentes por ser um ato de reconhecimento e de responsabilidade de ascensão de culpa histórica. “A ética é a utilização coletiva humana para produzir transformações na convivência, que é o que estamos fazendo hoje aqui e neste processo todo” finalizou.

Em vídeo, a representante do Escritório da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, saudou o deputado e Assembleia Legislativa pelo engajamento público ao movimento ElesPorElas, em seguimento ao pioneirismo da Frente Parlamentar de Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres. “Precisamos que homens e meninos se somem ao esforço das mulheres no enfrentamento rigoroso a todas as formas de desigualdades, discriminações e violência de gênero, para que a igualdade de oportunidades, condições e direitos seja uma realidade vivida por meninas e mulheres em todo mundo”, disse.

#ElesPorElas
O ElesPorElas é um movimento global que convoca os homens do mundo a participarem ativamente da luta pelo fim da violência contra mulheres e meninas. Criado pela ONU Mulheres, a entidade das Nações Unidas para a igualdade de gênero, o movimento chegou ao Brasil em 2014.
Sob a liderança da ONU Mulheres, o movimento é composto por governos, empresas, universidades, sociedade civil, mídia e homens públicos que colaboram para a realização de ações para ampliar a mobilização e adesão de homens e meninos, e assim contribuir com a redução da violência doméstica.

O deputado Edegar Pretto intensificou a campanha de adesão de homens ao movimento da ONU, em ações que começaram na própria Assembleia com seus colegas deputados, e já percorre o interior por meio de mais de 60 Câmaras de Vereadores que também possuem Frentes de homens pelo fim da violência contra as mulheres. O resultado prático é a ampliação do debate e campanhas que chegam aos diversos municípios gaúchos, com intuito de conscientizar o público masculino de todas as classes.

Adesões
Durante o lançamento foram entregues certificados a empresas e entidades que fizeram adesão ao movimento mundial da ONU, e que estão comprometidas com a igualdade de gênero e fim da violência contra as mulheres. Receberam o documento os clubes de futebol Grêmio e Internacional, a Cooperativa de Crédito Crehnor de Sarandi, Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs), União do Vereadores do Brasil (UVB), Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre S.A (Trensurb), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Escola de Samba Unidos de Vila Isabel de Viamão, Movimento Levante Popular da Juventude, Associação dos Estagiários do RS, Projeto Cultural Roda de Zamba, Associação dos Repórteres Fotográficos e Cinematográficos do RS (Arfoc), Movimento Nacional de Luta pela Moradia (MNLM), Coletivo Feminino Plural, ONG Themis e Marcha Mundial de Mulheres.

Presenças
Estiveram no evento Télia Negrão, que falou em nome dos movimentos sociais; representando o governo do Estado o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Cesar Faccioli; representando a Câmara dos Deputados o deputado federal, Henrique Fontana; representando a ministra Eleonora Menicucci da Secretaria de Políticas para as Mulheres, Bruno Monteiro; além de homens, mulheres, representantes de diversas entidades e mandatos parlamentares. Houve apresentação musical e declamação de poema de autoria do artista popular Severiano Telles.

Raquel Wunsch

Acesse no site de origem: Lançado no RS o movimento mundial #ElesPorElas da ONU (ALRS – 14/09/2015)