Aplicativo para celular mapeia rota do crime contra mulher em Dourados (Dourados Agora – 26/05/2014)

Aplicativo para ser baixado no celular, o Clique 180, mapeia a rota da violência contra a mulher em Dourados. A ferramenta disponível em todo o Brasil desde ontem (25), permite que as mulheres identifiquem a maior incidência de crimes em regiões do município. Também serão indicados, por exemplo, locais pouco iluminados ou onde há ocorrências de roubos na cidade.

De acordo com a assessora técnica da Coordenadoria de Políticas Públicas de Dourados, Elisa de Oliveira, o sistema já mapeia Dourados. “A ferramenta é colaborativa, ou seja, terá informações prestadas por vítimas ou testemunhas. As informações ali contidas poderão auxiliar as usuárias a se prevenirem, porque vão evitar passar, por exemplo, por lugares que oferecem risco a elas”.

Outro serviço importante, segundo Elisa é que o sistema disponibiliza as vítimas ou usuárias os dados de localização dos serviços da Rede de Atendimento mais próximos e sugestões de rota física para chegar até eles. Integram ainda o aplicativo conteúdos como a Lei Maria da Penha.

Com linguagem simples, direta e objetiva, a ferramenta possibilita que a vítima possa reconhecer todas as formas de violência como as psicológicas. Nesta lista também estão as encoxadas, a violência racial, a lesbofobia, a violência institucional, o assédio moral, o femicídio, o tráfico de pessoas,entre outros. “Quando identificada a situação de violência, a ferramenta lhe apoia a tomar a decisão sobre o que fazer e em que local obter ajuda. Outra função do aplicativo é a chamada rápida para o Ligue 180, que amplia as possibilidades de chegada a esse serviço reconhecido pela sua utilidade pública”, destaca Elisa.

Segundo ela, fato preocupante é que nem todas as mulheres poderão ter a sua disposição este serviço, apesar de gratuito. “O aplicativo e baixado de graça, mas exige uma tecnologia para os sistemas IOS do Iphone e Android dos demais smartphones, o que não é acessível para boa parcela da população”, conta.

Outro assunto a ser discutido em todo o Estado é se há efetivo policial para atender a todas as chamadas de forma emergencial. “Vamos buscar todas estas respostas”, destaca.

Violência

Hoje, Dourados é considerada a segunda maior cidade do Estado em número de assassinatos contra mulheres. O município fica atrás apenas de Ponta Porã (na fronteira com o Paraguai), que é a mais violenta do Estado, segundo o Mapa da Violência 2012, elaborado pelo Instituto Sangari com o Ministério da Justiça. Em 2014, os números seguem crescendo. Já nos dois primeiros meses do ano, a Delegacia da Mulher de Dourados registrou 232 casos somente de violência doméstica. Isto sem contar com os casos registrados, como agressões ou tentativas de homicídio contra mulheres.

Acesse o site de origem: Aplicativo para celular mapeia rota do crime contra mulher em Dourados (Dourados Agora – 26/05/2014)