Aplicativo para celular vai viabilizar socorro rápido a mulheres ameaçadas de violência (TJBA – 24/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Coordenadoria da Mulher e a Assessoria Especial da Presidência II – Assuntos Institucionais promoveram nesta quarta-feira (24) um encontro com representantes da Polícia Militar para tratar do desenvolvimento de um aplicativo para celular.

Encontro no gabinete da desembargadora Nágila tratou da utilização de nova tecnologia como instrumento de proteção

Encontro no gabinete da desembargadora Nágila tratou da utilização de nova tecnologia como instrumento de proteção

O programa permite a rápida localização de mulheres em situação de ameaça. A área de tecnologia da informação do Tribunal de Justiça da Bahia ficará responsável por desenvolver e monitorar o aplicativo.

O recurso à informática é outra oportunidade para evitar a violência. “O pedido de socorro será rapidamente enviado à polícia a fim de viabilizar o salvamento”, disse a coordenadora da Mulher do tribunal, desembargadora Nágila Maria Sales Brito.

O encontro teve a participação das capitãs da PM, Ana Paula Costa Queirós e Daiane Micheline Costa Nunes. As oficiais ficaram de repassar ao Comando da PM as informações sobre as características do aplicativo de geolocalização rápida.

No início, o programa, que será oferecido gratuitamente para fortalecer situações de proteção por conta de alguma ameaça, será conectado diretamente aos policiais de serviço na Ronda Maria da Penha, criada especificamente para cuidar da mulher.

Além da desembargadora Nágila, esteve presente a assessora especial da presidência II, juíza Marielza Brandão Franco; o juiz Pedro Godinho, da Comissão de Informática; o servidor Pedro Vivas; e o coordenador de Juizados Especiais, Paulo Chenaud.

Num próximo encontro, a fase de demonstração terá a presença do comandante da Polícia Militar, coronel Anselmo Brandão, e da presidente do Tribunal de Justiça da Bahia, Maria do Socorro Barreto Santiago, entre outras autoridades.

Texto: Ascom; Foto: Nei Pinto

Acesse no site de origem: Aplicativo para celular vai viabilizar socorro rápido a mulheres ameaçadas de violência (TJBA – 24/02/2016)