Bahia registra quase 10 mil casos de violência contra a mulher em 3 meses (G1/Bahia – 16/05/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Dados foram divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. Nos últimos quatro dias, 4 mulheres foram mortas em Salvador e no interior

A Bahia registrou quase 10 mil casos de violência contra a mulher somente no primeiro trimestre de 2016, segundo dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA). De janeiro a março, foram contabilizadas ao todo 9.795 ocorrências, entre homicídios, tentativas de homicídios, lesão corporal, estupro e ameaça.

Clique aqui para assistir à reportagem

Somente nos últimos quatro dias, quatro mulheres foram assassinadas em Salvador e cidades do interior o estado. Em pelo menos três crimes, os acusados eram namorados ou companheiros das vítimas.

Sandra e o major em foto postada em uma rede social da professora. Salvador Bahia (Foto: Reprodução/ Facebook)

Sandra foi morta pelo marido, o major Valdiógenes Almeida, dentro de uma escola em Salvador. (Foto: Reprodução/ Facebook)

A professora Sandra Denise Costa Alfonso, 40 anos, morta pelo marido em Salvador, foi enterrada na tarde desta segunda-feira (16), na cidade de Bragança, no interior do Pará. O crime aconteceu na sexta-feira (13) dentro da Escola Municipal Esperança de Viver, no bairro de Castelo Branco, na capital baiana.

O major do Corpo de Bombeiros Militares da Bahia, Valdiógenes Almeida Cruz Júnior, 45 anos, marido da vítima, confessou o crime. Ele se apresentou à polícia horas depois de ter matado a mulher e alegou que agiu por ciúmes. O homem foi preso e autuado em flagrante por homicídio qualificado. Os dois eram casados há 21 anos e têm uma filha de 14 anos.

Em Tremedal, na região sudoeste da Bahia, uma adolescente de 14 anos foi morta com um tiro no pescoço, no sábado (14). De acordo com informações da polícia, Érica de Jesus do Vale estava na fazenda, quando um homem de prenome Henrique invadiu a casa da avó da jovem e acertou o pescoço da vítima com um tiro. O suspeito do crime está foragido e o motivo do homicídio ainda é desconhecido.

Outro caso de violência ocorreu no município de Monte Santo, a cerca de 350 quilômetros de Salvador. Um homem matou a própria esposa com três tiros na cabeça. O crime ocorreu na sexta-feira (13). O acusado é José Antônio Cardoso e a vítima Martinha Brito da Silva. Os dois tinham cinco filhos.

Na quinta-feira (12) da semana passada, foi enterrada em Itapetinga, na região sudoeste da Bahia, o corpo da jovem Jéssica Nascimento, 21 anos. Ela morreu após ser agredida pelo namorado, o estudante Américo Francisco Vinhas Neto, de 24 anos, em Vitória da Conquista. A vítima também estava grávida de quatro meses e perdeu o bebê. A jovem ainda deixou um filho de cinco anos. O suspeito teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Os casos de violência contra a mulher podem ser denunciados pelo telefone 190 ou pelo número 180, da Central de Atendimento à Mulher. Na Bahia, existem 15 delegacias especializadas no atendimento à mulher.

Acesse no site de origem: Bahia registra quase 10 mil casos de violência contra a mulher em 3 meses (G1/Bahia – 16/05/2016)