Balanço Delegacia da Mulher (CBN Foz do Iguaçu – 23/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A delegacia da Mulher e do Turista da 6ª Subdivisão Policial de Foz do Iguaçu concluiu nesta semana o balanço das ações e serviços realizados durante o primeiro trimestre do ano de 2015 na cidade de Foz do Iguaçu.

Desde fevereiro deste ano, a delegacia é coordenada pela delegada, Dra. Rita de Cassia Camargos Lira. “A princípio a Dra. Rita ficaria responsável somente pelo cartório de crimes contra a saúde pública na delegacia central, mas pela falta de delegados em Foz, e pela necessidade de uma delegada titular na delegacia, resolvemos nomeá-la também na delegacia da mulher, onde ela e equipe vem desenvolvendo um excelente trabalho”, disse o delegado chefe da Polícia Civil de Foz do Iguaçu, Dr. Alexandre Macorin.

A delegacia conta com 04 investigadores, 02 escrivã e 01 guarda Municipal que fazem além do atendimento as ocorrências relacionadas a crimes contra a mulher, dão informações e atendem eventuais crimes contra turistas. “Normalmente o atendimento ao turista é relacionado somente a informação. Graças a segurança no centro da cidade, poucos casos de crimes contra turistas são registrados na delegacia”, disse a delegada Rita .

De Janeiro a Março de 2015 foram registrados 242 boletins de ocorrências relacionados a crimes contra a mulher. “Na grande maioria dos B.O são crimes relacionados a Lei Maria de Penha”, destaca a delegada. Deste, 90% das mulheres atendidas fazem o pedido da chamada medida protetiva. “A medida protetiva serve para que o agressor mantenha uma distância, estipulada pelo Juiz, razoável da mulher agredida, uma forma de tentar proteger a integridade física da vítima”, informou Dra. Rita.

Com as mudanças na Lei Maria da Penha, aprovadas em fevereiro de 2012 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), as queixas por lesão corporal não podem mais ser retiradas. A Lei também prevê medidas de proteção urgentes ás mulheres que correm riscos, como a determinação de saída do agressor do lar, conforme o caso.

No mês de março, durante a operação “Tolerância Zero”, desencadeada pela Polícia Civil de Foz do Iguaçu, a delegacia da mulher cumpriu 05 mandados de prisão expedidos pela Justiça de Foz do Iguaçu, todos por crimes relacionados a agressão física contra mulher. “Orientamos sempre que as mulheres vítimas de qualquer tipo de agressão procure a delegacia especializada a partir do momento em que perceber qualquer coação”, ressalta a delegada.

A delegacia da mulher e do turista fica na Av. Brasil, 1374, centro de Foz do Iguaçu. Telefone 3523-4642.

Acesse no site de origem: Balanço Delegacia da Mulher (CBN Foz do Iguaçu – 23/04/2015)