Caminhada contra a violência lembra os quatro anos da ‘Barbárie de Queimadas’ (Jornal da Paraíba – 11/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Ato, simbolizando a luta pelo combate à violência de gênero, será realizado no Centro de Queimadas, a partir das 8h

Quatro anos após o crime que ficou conhecido como a ‘Barbárie de Queimadas’, os moradores da cidade onde a tragédia aconteceu se unirão nessa sexta­-feira (12) durante uma caminhada pedindo paz e o fim da violência contra a mulher. A ação será realizada a partir das 8h, no Pátio do Povo, no município de Queimadas, no Agreste paraibano, simbolizando a luta pelo empoderamento das mulheres e o combate à violência de gênero.

A mobilização está ancorada no lema ‘Somos Todas Mulheres de Queimadas’ e pretende chamar a atenção da sociedade para o enfrentamento de qualquer tipo de atitude agressiva e desrespeitosa contra as mulheres. As informações estão de acordo com a organização do movimento, que também tem o propósito de encorajar as mulheres a romperem o ciclo da violência denunciando os casos de abuso e agressão.

Essa ação, no entanto, faz relembrar o triste episódio daquele dia 12 de fevereiro, onde cinco mulheres foram vítimas de um estupro coletivo e duas delas acabaram sendo assassinadas de forma cruel, a professora Isabela Pajuçara e a recepcionista Michelle Domingos. As vítimas estavam em uma festa de aniversário em uma casa com dez homens.

Sete dos acusados, incluindo o mentor do crime, Eduardo Santos, foram condenados e estão cumprindo pena no presídio de Segurança Máxima PB1, em João Pessoa. Três adolescentes também foram julgados e sentenciados a cumprirem medidas socioeducativas no Lar do Garoto, mas já cumpriram o prazo máximo de internação (3 anos) e foram liberados.

Acesse no site de origem: Caminhada contra a violência lembra os quatro anos da ‘Barbárie de Queimadas’ (Jornal da Paraíba – 11/02/2016)