Campanha “Agosto Lilás” foi lançada oficialmente nessa terça-feira em MS (A Crítica – 01/08/2017)

A Campanha tem um peso muito importante já que contribui com a conscientização e a mudança de comportamento de toda a sociedade

Realizada em Mato Grosso do Sul desde 2015, a Campanha “Agosto Lilás” já tem colhido resultados positivos quando se trata das denúncias de violência contra a mulher, e principalmente sobre a importância do cumprimento da Lei Maria da Penha.

De acordo com Ariene Murad, delegada titular da Deam – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher, no interior do Estado são verificadas as estatísticas mais interessantes, pois o número de boletins de ocorrência aumentou de forma considerável.  Em Campo grande no ano de 2016, a Lei Maria da Penha possibilitou a prisão de 1.500 agressores.

Para a delegada, a Campanha tem um peso muito importante já que contribui com a conscientização e a mudança de comportamento de toda a sociedade.  

A Campanha “Agosto Lilás” foi lançada oficialmente nessa terça-feira, primeiro de agosto, e vai integrar ações entre blitzes educativas, no trânsito e no comércio da região central das maiores cidades do Estado; rodas de conversa com beneficiárias do Programa “Vale Renda”; palestras em universidades, aldeias indígenas e escolas, conforme explica a subsecretária de Políticas para Mulheres, Luciana Azambuja.

A novidade é que além do Programa “Maria da Penha vai à Escola”, considerado o carro chefe do “Agosto Lilás” será realizado o “Maria da Penha vai à Igreja”. Foi confirmada também a participação de 51 cidades sul-mato-grossenses nas atividades deste mês. Lembrando que as denúncias de casos de violência contra a mulher podem ser feitas por meio dos disques 190 e 180.

Acesse no site de origem: Campanha “Agosto Lilás” foi lançada oficialmente nessa terça-feira em MS (A Crítica – 01/08/2017)