Campanha combate exploração sexual de jovens em VG (TJMT – 04/05/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O coordenador-adjunto da Coordenadoria da Infância e Juventude (CIJ) e juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ), Luiz Octávio Saboia, participa do Encontro sobre Enfrentamento à Violência Sexual Infanto-juvenil nesta terça-feira (5 de maio), às 13h30, em Várzea Grande. O evento é realizado pelo Comitê Municipal de Prevenção e Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, na Univag, com apoio da Prefeitura Municipal, do Conselho Municipal dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes (CMDCA) e da Organização Internacional do Trabalho (OIT).

O objetivo do encontro é discutir o tema e as ações que serão desenvolvidas neste mês em alusão ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – 18 de maio. A programação inclui lançamento da Campanha de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, entrega do Plano Municipal de Prevenção e Enfrentamento à Violência Sexual de Crianças e Adolescentes ao Executivo e ao Legislativo municipal, e um painel sobre o tema a ser apresentado por representante da OIT.

Luiz Octávio Saboia explica que a Semana de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes será realizada em Cuiabá, Várzea Grande e outros municípios do Estado. “Definimos duas frentes de atuação, sendo uma a prevenção e outra a repressão. Essa campanha faz parte do eixo de prevenção justamente por tratar dos cuidados necessários diante desse público que é tão vulnerável. A cada um ano que se demora em identificar a violência sexual, a criança precisa de três anos para recuperar a autoestima”, revela o juiz.

Para o magistrado, é preciso haver uma união de esforços para combater a exploração sexual dos jovens. “Os comerciantes, por exemplo, precisam se conscientizar de que a prostituição infanto-juvenil é um crime que deve ser coibido”, destaca. O coordenador-adjunto da CIJ acrescenta que, além de apoiar essas ações, o Poder Judiciário conclamou os juízes de Mato Grosso a sentenciarem em sistema de mutirão, de 18 a 25 de maio, os processos que tramitam na Justiça com essa temática.

Assessoria de Comunicação CGJ-MT

Acesse no site de origem: Campanha combate exploração sexual de jovens em VG (TJMT – 04/05/2015)