Campanha contra discriminação de gênero é lançada na Paraíba (MPTPB – 06/11/2014)

O Ministério Público do Trabalho na Paraíba (MPT-PB) e a Cunhã Coletivo Feminista (organização não governamental) lançaram na terça-feira (4) campanha publicitária contra a discriminação da mulher no mercado de trabalho. A campanha foi realizada pela agência Bairro Novo Criativos e tem como slogan “Toda mulher pode ser o que quiser, menos discriminada”.

O procurador do Trabalho Eduardo Varandas Araruna explicou que, ainda nos dias atuais, existe a discriminação quantitativa, quando mulheres recebem salário menor que o de um homem no mesmo cargo, e a qualitativa, quando elas são preteridas para determinados cargos. “O último Censo mostrou que as mulheres ainda recebem cerca de 30% a menos que os homens, mesmo tendo uma escolaridade maior”, observou.

Segundo ele, a intenção da campanha também é a de quebrar estereótipos, criticando o julgamento da capacidade pela aparência. “O preconceito esconde o potencial”, revela a campanha, que estará nas TVs locais a partir do próximo dia 10.

A coordenadora executiva da Cunhã, Cristina Lima, enalteceu a parceira com o MPT. “O MPT, na pessoa do procurador Eduardo Varandas, mostra sensibilidade nas questões dos direitos humanos. A campanha em parceria é um primeiro passo, em conjunto, na direção do debate em relação à discriminação à mulher e os estereótipos no mercado de trabalho”.

Acesse no site de origem: Campanha contra discriminação de gênero é lançada na Paraíba (MPT – 06/11/2014)