Campanha do Governo Federal chama a atenção para a violência sexual contra as mulheres

 (SPM – 25/11/2016) A Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres, do Ministério da Justiça e Cidadania, deu início hoje (25) às atividades que marcam os “16 Dias de Ativismo pela Eliminação da Violência Contra a Mulher”. Em cerimônia realizada em parceria com a ONU Mulheres, foi apresentada a campanha publicitária do Governo Federal “Machismo. Já passou da hora. #PodeParar”.

Leia mais: 
Campanha mundial pede o fim da violência contra as mulheres (Portal Brasil – 25/11/2016)
Desrespeitar a vontade da mulher é um sinal de machismo (Portal Brasil – 25/11/2016)
Campanha quer combater pequenas atitudes que levam à violência contra a mulher (Agência Brasil – 25/11/2016)

A proposta é oferecer à sociedade uma reflexão sobre o enfrentamento à violência sexual, por meio da desconstrução de práticas cotidianas que reproduzem comportamentos machistas, vivenciados por homens e mulheres.

“São as ações no dia a dia, que muitas vezes praticamos sem perceber, que fomentam a violência sexual, doméstica e até mesmo o feminicídio. Essas ações explicam, por exemplo, o resultado de pesquisas como a que considera a mulher culpada pelo estupro que sofre. É isso que precisamos combater”, explicou a secretária Especial Fátima Pelaes.

Nas redes sociais, serão trabalhadas peças que irão explicar contextos de violência sexual, como o que chamamos de pornografia de vingança (distribuição de imagens íntimas na internet sem autorização, após o fim de um relacionamento), o não é não, o assédio sexual no ambiente de trabalho, a violência sexual conjugal, entre outros.

Estiveram presentes a representante da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman; o conselheiro da Embaixada Britânica, Indranil Chakrabarti: e Lúcia Bessa, subsecretária de Políticas para das Mulheres do Governo do Distrito Federal.

Acesse no site de origem: Campanha do Governo Federal chama a atenção para a violência sexual contra as mulheres (SPM – 25/11/2016)