Campanha “Eu ligo” estimula sociedade a abandonar a indiferença diante da violência contra mulheres (SPM-PR – 22/05/2014)

Ação que vai ao ar dia 25 em TV, internet, impressos, metrô e ônibus foca a denúncia ao Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, e aplicativo criado com ONU Mulheres; peças têm Luana Piovani e Sheron Menezzes

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR) lança, nesta quinta-feira (22/05), a campanha Violência contra as Mulheres – Eu ligo. Além de atrizes e atores que estampam cidadãs e cidadãos, as peças têm a participação das atrizes Luana Piovani e Sheron Menezzes, que apoiam a iniciativa. Esta é da SPM-PR, em parceria com o Ministério das Cidades e a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom-PR).

A ação busca estimular as pessoas no geral, e não só as mulheres que sofram violência, a não tolerar a violência contra elas – daí o slogan Eu Ligo, no sentido de Eu me importo. O mote é uma criação original da agência Staff para o Disque-denúncia do Rio de Janeiro, com grande repercussão nas redes.

A campanha apóia-se num pacote que vai de filmes e merchandising em TV a spots de rádio, anúncios impressos e envelopamento de metrô, passando por bânneres para portais, animações para monitores de ônibus e metrô, cartazes para pontos de ônibus, além de outras peças físicas e digitais.

Um filme de 60 segundos dá início à divulgação dia 25/05, em TV aberta e fechada, seguido pela versão de sustentação, de 30 segundos, simultaneamente aos impressos e outras mídias. A comunicação fica no ar durante um mês.

Aplicativo para celular – Participam do lançamento, na sala de Cinema do Centro Cultural do Banco do Brasil (CCBB), a ministra da SPM, Eleonora Menicucci, e os ministros das Cidades, Gilberto Occhi, e do Turismo, Vinicius Lages. A diretora da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, apresenta no evento o aplicativo para celular Clique 180, desenvolvido em parceria com a SPM-PR, com apoio da Embaixada Britânica.

Além da mídia, o conjunto inclui extenso material de folhetaria, brindes e outros (fôlderes, cartazes, balões aéreos — os chamados blimps —, bolachas de chopp, adesivos de carros e para espelhos de sanitários, cartazes para elevadores) para distribuição em massa, principalmente pelos parceiros da SPM. O pacote estará disponível na forma de arquivos no portal SPM (www.spm.gov.br), a ser baixado conforme o perfil de cada parceria. A adesão possibilitará a inserção da logomarca própria em cada peça, na condição de apoio.

A ideia é reforçar o conceito de tolerância zero à violência contra a mulher e apresentar a Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, da SPM, como instrumento disponível a todos que não a aceitam.

Importância dos meios de comunicação – Tanto a campanha de conscientização quanto o Ligue 180 são eixos do programa Mulher, Viver sem Violência. A ação visa mudar valores e comportamentos da população. E fazer com que a violência sexista não seja considerada natural pela sociedade. Relatos de violência apontam que os autores das agressões são, em 81% dos casos, pessoas que têm ou tiveram vínculo afetivo com as vítimas.

As informações, do Balanço de 2013 do Ligue 180, mostram também a importância da mídia para conhecimento do serviço da SPM. Pelo menos 52% das usuárias tomaram conhecimento do Ligue 180 pelos meios de comunicação em 2013. A televisão respondeu por 43% da procura pela rede de atendimento.

Conversão em disque – Para aperfeiçoar o atendimento à mulher, a SPM transformou o Ligue 180 em disque-denúncia, em março. Com o novo formato, as denúncias recebidas serão encaminhadas aos sistemas de Segurança Pública e Ministério Público de cada um dos estados e Distrito Federal. Essa mudança significa tratamento às denúncias com maior agilidade e resolutividade.

Dessa forma, a central dá início à apuração das denúncias, ao mesmo tempo que mantém a função de prestar informação e orientação a quem ligar. As ligações são gratuitas e o serviço funciona 24 horas.

Acesse no site de origem: Campanha “Eu ligo” estimula sociedade a abandonar a indiferença diante da violência contra mulheres (SPM-PR – 22/05/2014)