Campinas registra aumento de casos violência sexual em 2012 (Portal de Paulínia – 05/03/2013)

(Foto: Portal de Paulínia)

Houve um aumento de 29% nos casos de estupro em Campinas em 2012, na comparação com 2011. Ao todo, 300 casos de ataques sexuais foram denunciados na Polícia Civil. Outro dado alarmante se refere a esse ano, é que janeiro de 2013 registrou o mesmo número de casos de 2012, 25 no mês. Os dados são da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP).

A polícia afirma que os números podem ser maiores, mas fatores como medo e vergonha, levam muitas mulheres a não denunciar a agressão. O Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) atende uma média que varia entre 30 e 35 mulheres por mês. Sendo que 70% sofreram violência sexual cometida por desconhecido na rua e 30% foram violentadas dentro de casa, por parente ou conhecido.

Segundo o Caism, a maior parte das vítimas não faz a denúncia na delegacia, o que ajuda a camuflar os números do Estado e acaba por prejudicar o trabalho de prevenção da Polícia Militar (PM) e de investigação da Polícia Civil.

O registro dessa violência é feito na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), que é também responsável em apurar as informações passadas. Segundo a delegacia, em 90% dos casos que têm sido registrados, as vítimas — que vão até o local — são crianças e pré-adolescentes com idades entre 9 e 12 anos ou 13 e 14 anos. Na maioria das vezes, o criminoso é parente ou conhece a família da vítima.

Acesse no site de origem: Campinas registra aumento de casos violência sexual em 2012 (Portal de Paulínia – 05/03/2013)