Caso de agressão de Dado Dolabella será julgado como lesão corporal (Folha de S.Paulo – 03/10/2012)

O caso de agressão de Dado Dolabella contra a ex-noiva Luana Piovani não será mais julgado com base na Lei Maria da Penha. Desembargadores da 7º Câmara Criminal do Rio de Janeiro decidiram que se trata de uma lesão corporal simples, ao invés de violência doméstica porque eles não eram casados.

Segundo a defesa, a lei era incompatível com o suposto crime cometido por Dado porque ele e Luana ele e Luana eram apenas noivos em 2008, quando ocorreu o caso. Agora, o Ministério Público decidirá para qual juizado comum o processo será encaminhado.

Dado foi condenado a dois anos e nove meses de prisão por ter agredido Luana Piovani e a camareira Esmeralda de Souza, dentro de uma boate, em 2008, mas recorreu da decisão em 2011. Eles teriam brigado porque Luana mostrou os seios durante uma apresentação. Esmeralda tentou separar a briga, mas também foi agredida, segundo consta no processo.

De acordo com o advogado de Luana Piovani, Marcelo Quintanilha Salomão, 47, a tentativa de atrasar o julgamento não importa para a defesa porque a agressão já foi comprovada. ” As vítimas [Luana e Esmeralda] foram agredidas como comprovado em laudo. A condenação dele [Dado] é uma questão de tempo.

Acesse no site de origem: Caso de agressão de Dado Dolabella será julgado como lesão corporal (Folha de S.Paulo – 03/10/2012)

Saiba mais:
Dado Dolabella não será julgado pela Lei Maria da Penha, diz advogado (Terra – 03/10/2012)