Casos de violência contra a mulher ainda são rotina em Petrolina, PE (G1 – 03/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Foram registradas duas agressões na quarta-feira (2). Na semana de 23 a 27 de novembro foram julgados casos desta violência.

Apenas alguns dias após a semana de combate à violência doméstica, duas agressões contra  mulheres foram registradas na quarta-feira (2) em Petrolina, no Sertão pernambucano. Elas aconteceram no distrito de Izacolândia, na Zona Rural, e no bairro Nova Petrolina, na Zona Urbana. As duas violências foram praticadas pelos companheiros das vítimas.

Em Izacolândia, uma mulher, de 39 anos, foi agredida pelo companheiro quando tentava intervir na violência do homem contra o filho pequeno do casal. Ele a ameaçou com um canivete. A mulher conseguiu fugir. O homem foi autuado em flagrante junto à arma.

No bairro Nova Petrolina, uma mulher, de 27 anos, ligou para a polícia e informou ter sido agredida pelo esposo, um comerciante, de 40 anos. Ela apresentava hematomas e escoriações pelo corpo. O companheiro foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil e autuado em flagrante por agressão à mulher.

Na semana de 23 a 27 de novembro, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou cinco processos referentes a violência contra a mulher em Petrolina. Entre eles esteve o julgamento do ex-companheiro da estudante de residência em enfermagem, Rosilene do Rio, na Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Ela foi morta com 38 facadas na porta do restaurante da instituição.

Acesse no site de origem: Casos de violência contra a mulher ainda são rotina em Petrolina, PE (G1 – 03/12/2015)