Casos de violência contra mulheres diminuem em Juiz de Fora (G1 – 04/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Até agora, 59 casos foram registrados na Delegacia especializada. Campanha vai arrecadar objetos e doá-los às vítimas de violência.

O número de estupros registrados na Delegacia Especializada de Atendimento às Mulheres de Juiz de Fora diminuiu significativamente em 2015. Desde janeiro, foram 59 casos, 11 a menos que no mesmo período de 2014. Por outro lado, o número de mulheres que fizeram denúncias cresceu 30% neste mesmo período.

Clique na imagem e assista ao vídeo da matéria:

video-juiz-de-fora

Para a delegada de Mulheres, Carolina Gonçalves, quanto mais rápido as denúncias forem feitas, maior a chance da Polícia Civil reunir provas que podem legitimar os casos. “É o momento que nós temos para coletar material genético, verificar se existem câmeras no local e fornecer medicação adequada às vítimas”, explicou.

Campanha vai arrecadar doações para vítimas
Na Casa da Mulher as vítimas são acolhidas, recebem atendimento psicológico e são encaminhadas para moradias temporárias. A partir daí, é preciso garantir a continuidade de uma rotina tranquila às mulheres e crianças.

Com o objetivo de auxiliar neste processo, começou nesta quarta-feira (4) a campanha “Bazar Bem Comum Mulher”, realizada pela Prefeitura de Juiz de Fora, que vai arrecadar roupas, mantimentos, móveis, brinquedos, entre outros objetos úteis para a casa.

Os materiais que forem recolhidos até o dia 13 de novembro serão doados ao público da Casa da Mulher. Os postos de arrecadação foram montados no Espaço Cidadão do Centro, na Avenida Barão de Rio Branco, nº 2.234 e na própria instituição, que fica na Rua Uruguaiana, nº 94, no Bairro Jardim Glória.

Entre os dias 11 e 24 de novembro, serão oferecidas diversas atividades voltadas para conscientização da necessidade de acolhimento das mulheres em que foram vítimas de violência doméstica.

Já no dia 18 vai acontecer o bazar, onde os itens arrecadados serão expostos e as mulheres atendidas poderão escolher e levar gratuitamente os objetos que necessitarem.

Acesse no site de origem: Casos de violência contra mulheres diminuem em Juiz de Fora (G1 – 04/11/2015)