Cepevid manifesta seu apoio ao MEC por escolha do tema da redação do Enem 2015 (TJSC – 27/10/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Coordenadoria de Execução Penal e Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Cepevid) divulgou nesta terça-feira (27/10) nota oficial em que manifesta seu apoio ao tema da redação do Enem 2015 aplicada no último domingo (25), intitulada “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira”, incitando cerca de 7.746.261 jovens – dos quais 4.458.265 são do sexo feminino – a refletir sobre a problemática da violência contra a mulher no país e a apresentar propostas de intervenção à luz dos direitos humanos.

O debate desse tema pelo Enem, segunda maior prova de acesso ao ensino superior no mundo – atrás apenas de outra realizada na China – é um grande avanço para a sociedade brasileira, em que 75% da população consideram que as agressões às mulheres raramente são punidas ou ficam sem punição e cerca de 30% das mulheres acreditam que a legislação do país não é capaz de protegê-las da violência doméstica, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Avon.

“Temos consciência de que o tema, que já vinha sendo debatido em todo o país, ganhou grande projeção por meio da campanha Justiça pela Paz em Casa, lançada neste ano pela ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, e que envolveu o Judiciário de todo o país, assim como as Coordenadorias de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de todos os Estados da Federação”, afirma a desembargadora Sommariva.

O Judiciário de Santa Catarina, acrescenta, saiu à frente no que concerne à educação de base e firmou parcerias com a Secretaria Estadual de Educação e a Prefeitura Municipal de Florianópolis, além do Ministério Público, Defensoria Pública, OAB, Fundação Nova Vida e Assembleia Legislativa, entre outros, e lançou o I Concurso Cultural “Dê um Basta na Violência contra a Mulher”, com o objetivo de envolver os estudantes das redes de ensino pública e privada das escolas situadas no município de Florianópolis e jovens ligados ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Adolescentes de Florianópolis no processo de reflexão educativa sobre a importância da prevenção à violência contra as mulheres – no que contou com o apoio incondicional do presidente do TJSC, desembargador Nelson Schaefer Martins.

Agora, o tema escolhido pelo Enem levou a discussão para quase 8 milhões de famílias, o que é algo de importância incalculável para a sociedade brasileira. “Com esta atitude, todas as Coordenadorias de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher sentem reforçado seu empenho, assim como agasalham todos os movimentos de secretarias, conselhos e diversos outros órgãos que há anos vêm realizando trabalho gigantesco em relação ao enfrentamento da violência contra a mulher em seus vários aspectos”, afirmou a desembargadora. É por essa crescente busca para efetivar direitos e garantias fundamentais que a Cepevid, explica a magistrada, vem reiterar seus votos de apoio ao Ministério da Educação pela sábia escolha do tema de redação do Enem.

Acesse no site de origem: Cepevid manifesta seu apoio ao MEC por escolha do tema da redação do Enem 2015 (TJSC – 27/10/2015)