Cevid auxilia na criação de rede de proteção a mulher em Almirante Tamandaré (TJPR – 21/03/2017)

Foi realizada na última sexta-feira (17/3) a segunda reunião para a criação da rede de combate à violência doméstica no município de Almirante Tamandaré.

A Desembargadora Lenice Bodstein, coordenadora da Coordenaria Estadual da Violência Doméstica e Familiar (Cevid) do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), fez a entrega do Guia de Criação para Conselhos Municipais do Direito da Mulher à Secretária de Família, Juventude, Esporte e Lazer do Município, Jocélia Alves Fonseca.

A criação dessa rede de proteção à mulher é uma das ações realizadas pelo TJ-PR para atender as determinações da Portaria n.º 15/2017, que trata das diretrizes e ações do Poder Judiciário para prevenção e combate à violência contra as mulheres, assinada pela Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ministra Cármem Lúcia, durante a Semana Nacional pela Paz em Casa.

Visita

O encontro que começou com uma visita à delegacia de polícia da cidade, prosseguiu com a reunião dos integrantes dessa iniciativa no Fórum de Almirante Tamandaré.

A Desembargadora Lenice Bodstein afirmou que a Lei Maria da Penha precisa de atitude. “Neste momento precisamos pensar Almirante Tamandaré, já que a cidade está em segundo lugar em casos de violência contra a mulher em todo o Brasil, segundo uma pesquisa realizada pelo Senado em 2015”, falou a magistrada.

A convite da Cevid, a inspetora da Patrulha Maria da Penha, de Curitiba, Cleuza Pereira, apresentou o passo a passo da implantação da patrulha, seu funcionamento e a importância do atendimento à mulher vítima de violência.

A inspetora explicou, ainda, que a principal questão está na capacitação do de quem trabalha na área. “Esse profissional não pode revitimizar essa mulher que sofreu violência. Essa mulher não pode ser mal atendida nem julgada pela guarda municipal, isso é muito incisivo, e é o que faz a grande diferença”, disse a inspetora, que finalizou apresentando dados dos atendimentos já realizados em Curitiba.

Combate à violência

Ao final do encontro foram entregues materiais informativos sobre o combate à violência doméstica contra a mulher, definida a criação de protocolos, e, de forma voluntária, representantes dos diversos setores, ali presentes, se disponibilizaram voluntariamente a fazerem parte do Conselho Municipal de Combate à Violência Contra a Mulher de Almirante Tamandaré que está em criação.

Participaram da reunião o Juiz Titular da 2.ª Vara Criminal de Almirante Tamandaré, Silvio Allan Kardec Torralbo Siqueira; o Juiz da Vara de Família e Sucessões, Infância e Juventude, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial, José Aristides Catenacci Júnior; a Coordenadora Estadual da Casa da Mulher Brasileira, Sandra Prado; da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Administração Penitenciária (SESP), Márcia Tavares dos Santos; representando o Ministério Público, o Promotor Marcelo Bruno Marques; representando a Defensoria Pública, o chefe de gabinete Paulo Cinquetti Neto; o delegado de polícia, Nasser Salmen; a inspetora da Patrulha Maria da Penha, Cleuza Pereira; a Secretária de Família, Juventude, Esporte e Lazer, Jocélia Alves Fonseca; o chefe de gabinete da Prefeitura, Rogério Aparecido de Paula; a representante do Creas Karine Vaz; a representante do Conselho da Comunidade Mirian Kokott; representantes da Rede de Proteção SMS; da Secretaria da Cultura Ação e Desenvolvimento Social; do Jocum; do Conselho da Comunidade, demais autoridades e servidores do TJ-PR.

Acesse no site de origem: Cevid auxilia na criação de rede de proteção a mulher em Almirante Tamandaré (TJPR – 21/03/2017)