Chega de Fiu Fiu: mapa no CORREIO permite denúncia anônima de assédio (Correio 24 Horas – 15/12/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O CORREIO é o primeiro veículo de comunicação com quem a campanha realiza parceria

Alguns podem dizer que é normal. Outros afirmam que é elogio. Mas, quando uma mulher passa na rua e recebe uma cantada — um “fiu fiu”, um assédio —, a única coisa que está acontecendo ali é violência. Não se trata de paquera – que é uma tentativa de criar um elo com a outra pessoa, sempre com seu consentimento. Pelo contrário: não há busca de consentimento ali — é cultura do estupro.

Por isso, ainda como parte do especial O Silêncio das Inocentes, o CORREIO anunciou, ontem, durante a audiência pública, uma parceria com a campanha Chega de Fiu Fiu, da ONG Think Olga, uma das maiores referências no Brasil na luta contra a violência contra a mulher. Desde ontem, o mapa da Chega de Fiu Fiu, que reúne mais de 2,9 mil denúncias de assédio sexual no país, fornecidas pelas próprias vítimas, já pode ser acessado no http://www.correio24horas.com.br/chegadefiufiu/

CORREIO firma parceria como Chega de Fiu Fiu, mapa que permite fazer denúncias anônimas de violência (Foto: Reprodução)

O CORREIO é o primeiro veículo de comunicação com quem a campanha realiza parceria. No mapa, que está no ar desde 2013, há relatos de vítimas de todo o Brasil. Em Salvador, há denúncias em cerca de 40 bairros, como Barra, Paripe, São Marcos e Cajazeiras. O mapa veio após a campanha ter sido lançada pela jornalista Juliana de Faria. Depois de receber muitos depoimentos de assédio, elas criaram uma ferramenta que é, ao mesmo tempo, banco de dados e meio de combate.

“A ideia é reunir tudo em um lugar só, para mostrar que assédio existe. Sabemos que o CORREIO tem uma representação muito forte no Nordeste e essa é uma forma de deixar o mapa mais acessível”, explicou a gerente de comunicação da Chega de Fiu Fiu, Luíse Bello, que participou ontem da audiência e classificou a série como “delicada e, ao mesmo tempo, impactante”.

Para o diretor do CORREIO, Sergio Costa, a parceria é uma forma de prestar mais serviço ao público do jornal em causas relevantes. “E dar mais visibilidade a um trabalho que tem sido muito bem feito no Sudeste. A gente pode ajudar a compor o quadro nacional na questão da violência contra a mulher”.

Além da Chega de Fiu Fiu, o especial O Silêncio das Inocentes construiu seu próprio mapa: ele reúne 116 ocorrências de estupro registradas em 2015, em Salvador.

COMO DENUNCIAR

No Correio24horas há uma página específica para a Chega de Fiu Fiu (www.correio24horas.com.br/chegadefiufiu).

O link vai direcionar ao mapa. Lá, você pode clicar em Compartilhe sua História ou Denuncie o que Viu.

Perguntas Você vai responder perguntas como o tipo de assédio, local, horário, data e uma descrição do que houve. A identificação é opcional. Depois, basta clicar Enviar.

Acesse no site de origem: Chega de Fiu Fiu: mapa no CORREIO permite denúncia anônima de assédio (Correio 24 Horas – 15/12/2015)