Com atividades paralisadas no DF, Casa da Mulher Brasileira não tem prazo para entrega (Radioagência Nacional – 25/07/2018)

Há quase quatro meses fechada, a Casa da Mulher Brasileira, em Brasília, não tem data para nova entrega à população. As atividades no prédio foram interrompidas no dia 13 de abril, para reparos nas instalações.

De acordo com a Secretaria de Políticas para as Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos, o acolhimento às vítimas de violência não está prejudicado e, enquanto as obras não são concluídas, os atendimentos são redistribuídos pela Rede de Atendimento à Mulher.

Em todo o Distrito Federal existem 17 unidades de atendimento mantidas pelo governo, entre elas a Casa Abrigo, onde as mulheres vítimas de violência e seus filhos podem permanecer por determinado tempo, em busca de proteção.

As denúncias de casos de violência contra a mulher podem ser feitas pelo telefone 156, opção 6, além do número 180.

Os casos também podem ser relatados em qualquer Delegacia de Polícia, mas a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam), que fica na entrequadra 204/205 Sul – centro de Brasília – é que mantém um atendimento especializado e ininterrupto nestes casos.

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, responsável pelas obras e serviços de recuperação da estrutura da Casa, ainda não respondeu aos contatos da reportagem.

Graziele Bezerra

Acesse no site de origem: Com atividades paralisadas no DF, Casa da Mulher Brasileira não tem prazo para entrega (Radioagência Nacional – 25/07/2018)