Comarca de Patos realiza 2º curso direcionado a autores de violência contra a mulher (TJPB – 04/12/2017)

O curso sobre Violência Doméstica e Familiar, realizado pela 2ª Vara Mista da Comarca de Patos, encerrou as atividades com a segunda turma de autores de violência contra a mulher, na última sexta-feira (1º). A formação é proposta como parte da pena alternativa e reuniu homens que já foram condenados junto à unidade judiciária. O objetivo é promover discussões e reflexões que incentivem a desconstrução de posicionamentos machistas e a implantação de novos princípios que contemplem o equilíbrio e a harmonia familiar.

Antes de ingressar no curso, os envolvidos participaram de uma entrevista individual, que visava entender as atitudes e comportamentos que culminaram nas situações desencadeadoras dos processos nos quais foram citados.

Segundo informações fornecidas pelo Setor Psicossocial do Fórum de Patos, a metodologia do curso consistiu em formar um grupo reflexivo, primando pela participação ativa de todos os membros, incentivando a expressão pessoal de suas opiniões e percepções, em rodas de conversa. Foram utilizados recursos como dinâmicas e apresentação de vídeos. Os diálogos foram divididos em quatro encontros.

Na primeira reunião, foram apresentados dados estatísticos da violência contra a mulher e abordados tópicos relacionados à contenção da reincidência desses crimes. Participaram do debate a delegada Tâmara de Lucena, da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher; e o Capitão Sampaio, do 3º Batalhão de Polícia Militar.

O tema do segundo encontro foi ‘Machismo e Patriarcado’. Na ocasião, foi promovida uma reflexão sobre situações cotidianas, no intuito de desconstruir os referenciais machistas entre os homens. Já o debate do terceiro encontro foi acerca do ciclo da violência doméstica a partir da vivência dos agressores e os tipos de violência descritos na Lei Maria da Penha.

A quarta e última reunião dessa edição do curso teve a participação do juiz titular da 2ª Vara, Ramonilson Alves Gomes; do promotor de justiça Elmar Thiago; e de representantes do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) e do grupo Alcoólicos Anônimos. Os dois últimos apresentaram os serviços oferecidos, tendo em vista a incidência de álcool nas situações de violência. Foram debatidas, também, as estratégias para evitar e solucionar conflitos, destacando-se o papel do diálogo.

Ao final da formação, foi feita uma avaliação com os participantes. Segundo a equipe multidisciplinar do Fórum, a maioria deles avaliou a experiência como muito importante para aderir a mudanças das atitudes pessoais nas relações já estabelecidas e nas futuras.

O juiz Ramonilson Gomes demonstrou satisfação e gratidão pela realização do curso, reconhecendo a importância das atividades desenvolvidas pelas equipes da 2ª Vara da Comarca de Patos – a multidisciplinar e a de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. O magistrado avaliou, também, que as expectativas foram atendidas e que essa é uma “medida acertada” para se trabalhar com os que cometeram crimes de violência contra a mulher.

“Vê-se que os objetivos foram alcançados, tanto no plano de conscientização dos malefícios da conduta para com a mulher, família e sociedade; como pela redução, a zero, da reincidência para os que fizeram o curso. Os resultados nos motivam para novas edições e para a perenização da cultura de tratar a fonte deste problema, que afeta, tão duramente, a sociedade brasileira: a violência contra a mulher”, declarou.

Marília Araújo (estagiária)

Acesse no site de origem: Comarca de Patos realiza 2º curso direcionado a autores de violência contra a mulher (TJPB – 04/12/2017)