Comarca de Rio do Campo promove debate sobre característica do abuso sexual infantil (TJSC – 14/10/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A servidora Méri Luci Bodemüller, oficiala da Infância e Juventude da comarca de Rio do Campo, proferiu palestra nesta semana intitulada “Abuso sexual infantil: o papel da rede de atendimento na identificação de sinais e encaminhamentos”, para integrantes da rede de serviços socioassistenciais composta de diretores e professores de escolas municipais e estaduais, representantes do Ministério Público, Poder Judiciário, Apae, Assistência Social, Conselho Tutelar, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e dos Adolescentes e Câmara de Vereadores do município de Rio do Campo.

O juiz Gilberto Kilian dos Anjos, titular daquela unidade jurisdicional, e o promotor de Justiça Luis Felippe Fonseca Católico também estiveram presentes. O objetivo do evento, segundo esclareceu Bodenmüller, que tem formação em psicologia, foi propiciar um espaço esclarecedor sobre a temática, bem como dar instrumentos aos profissionais da rede de serviços, que atuam diretamente com crianças e adolescentes, para manejo adequado nos casos de suspeita ou efetivo abuso sexual infantil no município. Ela explicou que o evento é o primeiro passo da rede de serviços rumo à construção de um protocolo de atendimento às vítimas de abuso sexual na infância e adolescência, com o objetivo de tornar os atendimentos mais eficazes e evitar a revitimização.

“A criança muitas vezes não expressa verbalmente uma situação de abuso sexual; intimidada pelo abusador, acaba não revelando o segredo e, desta forma, seu sofrimento vai gerando conflitos internos que são passíveis de observação através de mudanças no seu comportamento”, orientou a oficiala. Nesse sentido, destacou, cresce o papel da escola na identificação desses sinais e sintomas, na medida em que a criança manifesta sentimentos e comportamentos sinalizadores de uma possível situação de abuso. A palestra aconteceu na noite da última terça-feira (11/10), na Câmara de Vereadores de Rio do Campo.

Acesse no site de origem: Comarca de Rio do Campo promove debate sobre característica do abuso sexual infantil (TJSC – 14/10/2016)