Combate à impunidade é mais eficaz que aumentar pena para estupradores, diz promotora (Radioagência Nacional – 03/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O estupro coletivo que vitimou uma jovem de 16 anos numa comunidade do Rio de Janeiro continua provocando muita discussão e alguns equívocos. Na última terça-feira, o Senado Federal aprovou um projeto de lei que prevê pena mais rigorosa para os crimes de estupro praticados por duas ou mais pessoas. A proposta, além de agravar a punição, tipifica o crime de estupro coletivo que, atualmente, não é previsto no Código Penal brasileiro. O texto ainda precisa ser analisado pela Câmara dos Deputados mas já suscita o debate entre os especialistas na temática da violência contra a mulher.


Segundo essas vozes, esse não é o melhor caminho para o enfrentamento dessa tragédia brasileira. Até porque o que precisa mudar é a cultura que insiste em colocar as mulheres, vítimas de violência, no banco dos réus. E é exatamente  isso o que está acontecendo com a jovem do Rio de Janeiro. A promotora de Justiça Silvia Chakian , especialista na matéria há mais de uma década analisa esse e outros aspectos do caso.

Acesse no site de origem: Viva Maria: Combate à impunidade é mais eficaz que aumentar pena para estupradores, diz promotora (Radioagência Nacional – 03/06/2016)