Comissão da Mulher Advogada traz a violência doméstica para o II Ciclo de palestras (OAB/Acre – 15/08/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Abordando a violência doméstica, o II Ciclo de palestras contou com a divulgação de dados estatísticos, análise de casos e realizou críticas sobre o machismo vigente. O evento foi realizado no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Acre (OAB/AC), na quarta-feira (10/08). Autoridades como a desembargadora Waldirene Cordeiro, assessoras da secretaria de Políticas Públicas para Mulheres, que representaram a secretária Concita Maia, e a advogada Raquel Nogueira, representando o prefeito da capital, estiveram presentes.

De acordo com a presidente da Comissão da Mulher Advogada, Socorro Rodrigues, as palestrantes conquistaram o público. “As apresentações foram pontuadas pelo brilhantismo das palestrantes que envolveram a plateia, sendo em certos momentos ovacionados pelo alto nível dos temas tratados”, afirmou Rodrigues.

Para a presidente da Comissão, os estudantes de Direito solicitaram um novo evento com o objetivo de aprofundar o debate.

A vice-presidente da Ordem, Marina Belandi, enfatizou que devemos sempre buscar as conquistas pelos direitos das mulheres.

“Devemos discutir os direitos das mulheres, temos que pautar a igualdade, temos que lutar pelos espaços em cada departamento. Quantas juízas e desembargadoras nós vemos no tribunal? Hoje, temos até um pouco mais! Não é fácil lutar pelos direitos humanos, direitos fundamentais, dos direitos de proteção ao gênero e nós temos que conquistar e estarmos sempre em busca”, disse Belandi.

O presidente da OAB/AC, Marcos Vinícius Jardim Rodrigues, elogiou o evento realizado pelas mulheres da instituição e incentivou novos eventos para debater o papel protagonista da advogada.
“Queria que todos os eventos fossem brilhantes e requintados como os das mulheres. Hoje, elas representam um exemplo para os homens tanto na profissão como na forma de agir”, falou o presidente.

O evento, que foi realizado em parceria com a Comissão da Diversidade Sexual, contou com um público de quase 100 pessoas.

Os debates abordaram “A evolução histórica da mulher na sociedade e suas conquistas”, com a advogada Alexandrina Melo; a vereadora Rose Costa destacou a necessidade das mulheres terem representatividade no Parlamento; a professora da UNB Deborah Diniz, abordou a origem das questões de gênero; e a juíza da Vara de Proteção à Mulher Shirley Hage que falou da Lei Maria da Penha.

Acesse no site de origem: Comissão da Mulher Advogada traz a violência doméstica para o II Ciclo de palestras (OAB/Acre – 15/08/2016)