Comitiva de mulheres pede criação de Juizados da Violência Doméstica na Região Metropolitana (TJRS – 09/05/2014)

O Corregedor-Geral da Justiça, Desembargador Tasso Caubi Soares Delabary, recebeu na tarde de hoje (8/5) uma comitiva de mulheres que reivindicam a criação de Varas e Juizados da Violência Doméstica nas comarcas de Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo.

Grupo solicitou à Corregedoria criação em Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo (Foto: Divulgação/CGJ)

Grupo solicitou à Corregedoria criação em Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul e São Leopoldo (Foto: Divulgação/CGJ)

Integraram o grupo Márcia Chitolino e Cínara Woiczekoski, da Coordenadoria de Política para as Mulheres de Sapucaia do Sul; Adriane Borges, da Secretaria Municipal de Política para as Mulheres de São Leopoldo; Yara Stockmanns, da Secretaria Estadual de Política para as Mulheres; e Clóris Oliveira Bierhals, da Coordenadoria de Política para as Mulheres de Esteio.

O Desembargador Francesco Conti e os Juízes-Corregedores Ricardo Pippi Schmidt e Antonio Claret Flores Ceccato também estiveram presentes.

A Corregedoria informou que a lei que cria Juizados da Violência Doméstica em Canoas e São Leopoldo foi sancionada no dia 2/4. Porém, ainda não há uma data prevista para a instalação.

Em Sapucaia do Sul, está agendado para o dia 2/7 o início das atividades da 2ª Vara Criminal, que pretende suprir a demanda dos casos de violência doméstica. A Comarca de Esteio, no entanto, ainda não possui um número suficiente de denúncias para a implantação do Juizado.

Texto: Luana Casagranda
Assessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arend
[email protected]

Acesse no site de origem: Comitiva de mulheres pede criação de Juizados da Violência Doméstica na Região Metropolitana (TJRS – 09/05/2014)