Conselho cobra punição de Bolsonaro por apologia a estupro (Radioagência Nacional – 09/06/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Representantes do Conselho Nacional dos Direitos Humanos cobraram mais agilidade no processo contra o deputado Jair Bolsonaro, do PP-RJ, que trata da denúncia de apologia ao crime de estupro.

Clique aqui para ouvir a reportagem

Eles se se reuniram nessa quinta-feira (9) com o ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux. Segundo a presidente do Conselho, Ivana Farina, o ministro disse que o processo depende apenas do parecer do relator.

Ivana Farina disse ainda que os casos recentes de estupro coletivo no Brasil reforçam o pedido do Conselho.

O deputado Bolsonaro foi denunciado porque afirmou durante uma entrevista ao Jornal Zero Hora, que não estupraria, por opção, a deputada federal Maria do Rosário do PT-RS.

Ele repetiu as agressões na Câmara dos Deputados. Na ocasião, ele disse: “eu não sou estuprador, mas, se fosse, não iria te estuprar, porque você não merece”.

Procurada, a assessoria do deputado não se pronunciou até o fechamento desta reportagem.

Kariane Costa

Acesse no site de origem: Conselho cobra punição de Bolsonaro por apologia a estupro (Radioagência Nacional – 09/06/2016)