Conselho dos Direitos da Mulher discute ações da SPM para redução do feminício e violência contra a mulher

(SPM – 15/02/2017) Combate ao feminicídio e enfrentamento à violência contra a mulher foram temas debatidos hoje (15), durante a 49ª reunião ordinária do Conselho Nacional dos Direitos da Mulher – CNDM, presidido pela secretária de Políticas para as Mulheres, Fátima Pelaes.

Os desafios em defesa dos direitos das mulheres foram detalhados durante a apresentação das ações da SPM no Plano Nacional de Segurança Pública. “Estamos trabalhando, nesse primeiro momento, nas três capitais – Porto Alegre, Natal e Aracaju – onde as atividades do Plano tiveram início nesta quarta-feira (16). O fortalecimento da rede de proteção às mulheres vítimas de violência, que é uma das nossas ações, tem a parceria dos Estados e das prefeituras das capitais”, explicou a secretária.

Outra ação apresentada é a interação entre o serviço Ligue 180 (da SPM) e o número de emergência 190 (da polícia). Atualmente, os dois serviços não podem transferir ligações entre si. Se uma pessoa necessita de auxílio policial e ligar no 180, terá que desligar e ligar novamente para o 190. Com a interação, bastará apenas uma ligação.

O colegiado também discutiu e abordou questões como a participação brasileira na 61ª reunião da Comissão sobre a Situação da Mulher (CSW), que acontecerá em março em Nova Iorque, relatório do Observatório de Gênero e Raça e a programação para o mês de março. A reunião se estende até amanhã ao meio dia.

Câmaras Técnicas

As quatro Câmaras Técnicas do CNDM – Assuntos Internacionais, Legislação e Normas, Monitoramento e Planejamento – iniciaram as atividades de 2017 também hoje, no período matutino.

Acesse no site de origem: Conselho dos Direitos da Mulher discute ações da SPM para redução do feminício e violência contra a mulher (SPM – 15/02/2017)