Coordenadora da Mulher faz discurso na Assembleia Legislativa de MS (TJMS – 09/03/2017)

Na manhã desta quinta-feira (9), a coordenadora estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar e juíza da 3ª Vara da Violência Doméstica e Familiar de Campo Grande, Jacqueline Machado, usou a tribuna da Assembleia Legislativa de MS para falar sobre violência doméstica. A fala ocorreu durante sessão plenária e foi um convite do presidente da Casa de Leis, Deputado Junior Mochi.

Na tribuna, a coordenadora da Mulher apresentou os dados sobre a violência doméstica no Estado e, também, o número de medidas protetivas deferidas na 3ª Vara da Mulher, a única do país especializada neste tipo de atendimento à mulher.

Jacqueline Machado disse que, somente em janeiro deste ano, foram expedidas na Capital 762 medidas protetivas que garantiram proteção às mulheres agredidas. “Só conseguiremos mudar essas estatísticas quando a educação dos nossos filhos for voltada para o fim da cultura machista. Os homens precisam entender que a mulher não é sua propriedade. Todos os dias recebo mulheres estraçalhadas pela violência física e psicológica e quem está sendo usurpada não é aquela mulher, mas sim todas as mulheres”, explicou a magistrada aos deputados.

Durante todo este ano, o Poder Judiciário está engajado na Campanha “Mulher Brasileira”, que faz parte da mobilização nacional “Justiça pela Paz em Casa”, idealizada pela presidente do STF e do CNJ, Ministra Cármen Lúcia, e que ocorre na semana de 6 a 10 de março. Por isto, o presidente do Tribunal de Justiça, Des. Divoncir Schreiner Maran, conclamou todo o Poder Judiciário, instituições e a sociedade para propagar a cultura da paz dentro de casa e conta com a participação de toda a sociedade para mudar esta realidade que vitima mulheres todos os dias.

A Casa da Mulher Brasileira está situada na Rua Brasília, s/nº, Jardim Imá, em frente ao Aeroporto Internacional de Campo Grande. Para informações ligue (67) 3304-7559 e o disque-denúncia é pelo número 180, com ligação gratuita e garantia de anonimato.

Acesse no site de origem: Coordenadora da Mulher faz discurso na Assembleia Legislativa de MS (TJMS – 09/03/2017)