Coordenadoria da Mulher reformula site com proposta de modernidade (TJMS – 29/02/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A página da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar está de cara nova, mais moderna, interativa e fácil de navegar. Agora com novos mecanismos de pesquisa que vêm para criar um espaço de acesso simples e rápido aos operadores do Direito e também a toda população.

A reformulação da página atende às diretrizes de difusão dos instrumentos de proteção aos direitos humanos das mulheres previsto na Lei Maria da Penha e também serve para dar suporte aos magistrados, servidores e equipes multiprofissionais que atendem a área de violência doméstica e familiar.

Entre as novas funcionalidades para o usuário está a consulta a legislação, jurisprudência e andamento processual. Além disso, no site há conteúdos referentes à Lei Maria da Penha e aos serviços prestados pelo Poder Judiciário e por toda a Rede de Enfrentamento composta por órgãos dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, em todas as esferas, assim como pelo Ministério Público, Defensoria Pública, organizações não governamentais e entidades civis.

O acesso direto às ferramentas está disponível em um ícone específico, bem mais visível, no menu da página principal do Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul, denominado “Coordenadoria da Mulher”.

O objetivo da nova página é realizar a sua ampliação de modo a facilitar o acesso direto a informações sobre assuntos de suma relevância como “O que fazer se eu, mulher, sofrer violência ou souber de uma mulher que a sofra?” e “Casa da Mulher Brasileira”, além de informar os telefones de contato da emergência 190, o disque 180, o telefone da Coordenadoria da Mulher e de todas as delegacias do Estado.

Para o coordenador da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar, Des. Paschoal Carmello Leandro, a nova página pretende dar suporte à atuação articulada entre as instituições governamentais, não-governamentais e a sociedade civil, contribuindo para a construção de estratégias efetivas de prevenção e políticas garantidoras do empoderamento das mulheres.

Saiba mais – Atualmente, no Mato Grosso do Sul existem 22.329 ações penais em andamento referentes à violência doméstica e familiar, sendo que 40,57% deste total, ou seja, 9.059 estão em Campo Grande. Durante todo o ano de 2015 foram ajuizadas 8.803 medidas protetivas relacionadas a violência doméstica em todo o Estado. Já no primeiro mês deste ano foram 1.104 novas medidas distribuídas.

Acesse o link http://www.tjms.jus.br/violenciadomestica/index.php e confira as novidades.

Acesse no site de origem: Coordenadoria da Mulher reformula site com proposta de modernidade (TJMS – 29/02/2016)