Corinthians, Palmeiras e São Paulo se unem para lutar contra o feminicídio

Programa da prefeitura será apoiado por clubes

Corinthians, Palmeiras e São Paulo divulgaram juntos um manifesto de luta contra o feminicídio, nesta quinta-feira (17). Os clubes vão apoiar um programa da prefeitura, o “Tem Saída”, que contribui para que mulheres sejam independentes financeiramente de homens agressores.

O anúncio da parceria foi feito com uma carta aos torcedores. Primeiro foi mostrado a gravidade do problema: “No Brasil, a cada 7 segundos uma mulher é agredida. A cada duas horas, uma mulher é assassinada. São corinthianas, palmeirenses e são-paulinas entrando para estatísticas que nos deixam na parte de cima de uma tabela que não queríamos estar: a quinta posição no ranking mundial de feminicídio. Uma posição inaceitável diante da qual precisamos nos posicionar e manifestar nosso repúdio”.

Depois os clubes pediram ajuda de torcedores e empresas: “Esperamos que cada vez mais empresas sigam este exemplo e unam-se à causa. Que a nossa união traga esperança para as mulheres e as encoraje a denunciar seus agressores. E que nossos torcedores sigam respeitando suas companheiras, mães, filhas e amigas”.

Não foram divulgados detalhes de como os clubes ajudarão o programa. Veja a carta oficial na íntegra:

Quem frequenta o estádio, mais do que ninguém, sabe que o futebol não é só um esporte. São as arquibancadas que unem pessoas de todas as classes sociais, escolaridades, origens e etnias. E é para essas mesmas arquibancadas que nós, Corinthians, Palmeiras e São Paulo, fazemos nosso apelo.

No Brasil, a cada 7 segundos uma mulher é agredida. A cada duas horas, uma mulher é assassinada. São corinthianas, palmeirenses e são-paulinas entrando para estatísticas que nos deixam na parte de cima de uma tabela que não queríamos estar: a quinta posição no ranking mundial de feminicídio. Uma posição inaceitável diante da qual precisamos nos posicionar e manifestar nosso repúdio.

Os três maiores clubes de São Paulo deixam suas diferenças de lado para que todas as mulheres, independente do time do coração, possam ser independentes financeiramente do seu agressor rompendo com o ciclo da violência. Por isso, oficialmente, os três clubes tornam-se colaboradores do programa Tem Saída, criado pela Prefeitura de São Paulo juntamente com o Ministério Público, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública, OAB-SP e ONU Mulheres.

Esperamos que cada vez mais empresas sigam este exemplo e unam-se à causa. Que a nossa união traga esperança para as mulheres e as encoraje a denunciar seus agressores. E que nossos torcedores sigam respeitando suas companheiras, mães, filhas e amigas.

Porque todos nós sabemos que, quando acreditamos, conseguimos virar o jogo. Que o futebol, mais do que ser sobre vitórias, é sobre esperança. E que, quando damos as mãos e entoamos o mesmo grito, somos capazes de tudo.

O que precisamos agora é do apoio de nossas torcidas. Só com a força de vocês entraremos em campo com a certeza de que #TemSaída.

Para saber mais sobre o programa acesse o site www.prefeitura.sp.gov.br/desenvolvimento, ligue para o serviço telefônico da Prefeitura SP156 ou envie um e-mail para [email protected]v.br e acompanhe as nossas redes sociais.

Acesse no site de origem: Corinthians, Palmeiras e São Paulo se unem para lutar contra o feminicídio (Jovem Pan – 17/01/2019)