Crescem denúncias de abuso sexual contra menores em Teresina (Meio Norte – 21/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Teresina possui 11 pontos vulnerareis a exploração sexual de crianças e adolescentes, são motéis, postos de gasolina e até hotéis que são utilizados para as mais diversidades atrocidades. O conselheiro Djan Moreira, coordenador do IV Conselho Tutelar, acredita que mesmo com o o aumento no número de denúncia, a população deve ficar mais atenta.

“As pessoas estão saindo da inércia e reagindo diante de uma violação contra criança ou adolescente através do disk 100 ou vindo ao próprio Conselho Tutelar, e também por meio da parceria entre as escolas e hospitais. O hospital, o médico ou até mesmo o professor, é obrigado, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente, comunicar o Conselho Tutelar em caso de suspeita ou exploração sexual”, disse.

Juntos com outros órgãos de fiscalização, como a Polícia Rodoviária Federal, o Conselho Tutelar de Teresina têm mapeado os principais pontos da exploração sexual. Uma pesquisa nacional indica o crescimento de casos de prostituição infantil nas rodovias do Piauí. Em 2014, o projeto Mapear, da PRF, apontou que o Estado possui 31 municípios em situação critica, na maioria são cidades localizadas na divida com outros Estados.

O projeto Mapear, lançado pela PRF, identifica e classifica pontos em baixo, médio alto ou grau critico. A zona Leste da capital é a que apresenta o maior número de pontos vulneráveis.

“O abuso sexual e a exploração é a violação mais grave e mais perversa, embora unindo a família, sociedade e poder seja possível recuperar e reescrever a história de quem foi vítima”, acrescenta Djan Moreira.

Segundo dados da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente, desde janeiro de 2015, já foram instaurados mais de 27 inquietos de estupro e alguns casos chocam pela crueldade e violência.

“Crianças de 10 anos que foi trocada para a mãe beber. Em outro caso, uma criança de 3 anos contraiu HPV e uma adolescente que foi estuprada pelo pai desde os oito anos de idade e que o último estupro foi no dia 18 de maio que é o dia do combate à exploração sexual”, finalizou.

Acesse no site de origem: Crescem denúncias de abuso sexual contra menores em Teresina (Meio Norte – 21/04/2015)