De forma administrativa, Defensora garante cirurgia plástica à assistida vítima de violência doméstica (DPMT – 01/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

De forma administrativa, a Defensora Pública Rosana Leite Antunes de Barros garantiu cirurgia plástica de reconstrução facial com urgência para assistida vítima de violência doméstica. A vítima, que conviveu em união estável com o agressor por cerca de dois anos e meio, foi mordida na boca pelo companheiro durante a última discussão, ficando com cicatrizes visíveis na face.

“Em agressões de violência doméstica e familiar contra a mulher, por diversas vezes, as vítimas ficam com sequelas no rosto e cabeça. No caso da assistida, muito emocionada ela compareceu à Defensoria Pública pedindo amparo, pois todas as vezes que olhava no espelho se deparava com a cicatriz que lhe remetia ao dia do triste episódio”, contou a Defensora.

Ainda de acordo com Rosana Leite, foi protocolado um pedido administrativo de cirurgia plástica, acompanhado de cópia do boletim de ocorrência, medida protetiva e fotografias da face da vítima, junto ao corpo clínico do Hospital Júlio Muller, que é referência no tratamento de várias doenças, sendo que o cirurgião plástico Fábio Massaru Kuroyanagi se prontificou imediatamente em realizar o procedimento.

“Como tantas, essa vítima necessita resgatar a sua autoestima. Não há como esquecer a violência doméstica sofrida tendo que olhar todos os dias no espelho e se deparar com a cicatriz que a remete ao ocorrido. Ela, a vítima, precisa virar a página cruel da sua vida. A cirurgia plástica será o primeiro passo para o recomeço”, finalizou a Defensora.

Gabriela Galvão 

Acesse no site de origem: De forma administrativa, Defensora garante cirurgia plástica à assistida vítima de violência doméstica (DPMT – 01/09/2015)