Defensor público visita Cras em Maceió (DPAL – 13/05/2013)

(Foto: DPAL)

Defensoria Publica visita Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) no Alagoas (Foto: DPAL)

O defensor público Fábio Passos de Abreu visitou, hoje, quatro Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), em Maceió, a fim de firmar parcerias para estabelecer pontos que sejam aplicados para a diminuição da violência contra a mulher no Estado de Alagoas. A ação faz parte do Núcleo de Atendimento à Pessoa em Conflito de Violência Doméstica (NPVD) da Defensoria Pública de Alagoas – fruto de um convênio do Governo Federal, através do Ministério da Justiça.

O objetivo principal do Núcleo é prestar acompanhamento jurídico e psicossocial aos possíveis agressores, que podem ser do sexo feminino ou masculino, inserindo-os novamente no convívio social. O trabalho é uma chance de reeducá-los para a convivência familiar livre de conflitos.

“O público-alvo são homens e mulheres que são acusados pela prática de atos de violência doméstica ou familiar contra a mulher, prestando um acompanhamento jurídico e psicossocial a estes possíveis agressores”, explicou o coordenador do Núcleo, o defensor público Fábio Passos de Abreu.

A visita aconteceu no CRAS Terezinha Normande (bairro Jacintinho), Sônia Sampaio (Jacintinho), Cacilda Costa Sampaio (Ponta Grossa) e Dom Adelmo Machado (São Sebastião). Na oportunidade, uma psicóloga e uma assistente, além do defensor público – todos integrantes do Núcleo- estiveram presentes.

“Cabe à Defensoria Pública oferecer um tratamento humanizado, através de atendimento jurídico e psicossocial, capaz de reeducar e habilitar o agressor para uma vida de paz e sossego familiar”, explicou o defensor público.

NPVD

O atendimento jurídico do Núcleo de Atendimento à Pessoa em Conflito de Violência Doméstica destina-se ao esclarecimento sobre direitos e deveres ligados aos conflitos inerentes à violência de gênero, sem prejuízo das defesas processuais. As atividades desempenhadas nas áreas de psicologia e assistência social visam propiciar apoio, orientação e reeducação emocional e para a convivência harmoniosa em sociedade.

O NPVD funciona de segunda à quinta-feira, das 8 às 12h, para atendimento psicossocial (assistência social e psicológica), e na sexta-feira, a partir das 14h, para participação nas oficinas de apoio. O espaço fica na sede da Defensoria Pública, situada na Av. Comendador Leão, n. 555, situada no Poço.

Já o atendimento jurídico do NPVD funciona de segunda à quinta-feira, das 8 às 13h, na sede do 4º Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, localizado na Praça Visconde de Sinimbu, 119, no Bairro Centro.

Acesse no site de origem: Defensor público visita Cras em Maceió (DPAL – 13/05/2013)