Delegacia da Mulher de Teresina registra 20 casos de agressões por dia (Diário do Povo – 26/04/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Casos de violência contra a mulher continuam recorrentes em Teresina. O último noticiado pela imprensa foi o da jovem Cleudiana Araújo, que estava grávida de sete meses e perdeu o bebê após ser espancada pelo companheiro. Somente na Delegacia da Mulher, do Centro de Teresina, são atendidos diariamente 20 casos de agressão contra a mulher na capital.

Delegada Vilma Alves diz que os tipos de agressões são os mais diversos

Delegada Vilma Alves diz que os tipos de agressões são os mais diversos

Segundo a delegada titular Vilma Alves, os casos são diversos, como agressão física, ameaça e agressões verbais e psicológicas, sendo esta última a mais prejudicial, conforme a delegada. Vilma Alves afirma ainda que a tendência é que esse tipo de crime aconteça cada vez menos à medida que as mulheres denunciam.

Apesar dos avanços na Lei Maria da Penha, a mulher continua sendo vítima de repressão e violência e em muitos casos é assassinada. O mês de março deste ano, por exemplo, registrou o maior índice de homicídios de mulheres no Piauí. Em um período de 32 dias, entre o mês de março e o início de abril, foram 10 casos. Os números são de uma pesquisa mensal realizada pelo Sindicato dos Policiais Civis de Carreira do Estado do Piauí (Sinpolpi).

Com relação à capital, a zona Sul mais uma vez teve o maior número de crimes, com 10, seguida pela zona Norte com nove, Leste com sete e Sudeste com três assassinatos. A pesquisa mostra ainda que a maior parte das vítimas do sexo feminino foram mortas estranguladas ou por espancamento.

De acordo com a delegada Vilma Alves qualquer pessoa pode denunciar casos de agressão e ameaças contra a mulher. A própria mulher também tem esse direito, através do 180 ou indo até as delegacias mais próximas de sua casa. As delegacias estão localizadas nas zonas Sul, Norte e Sudeste e há também a Central, cujo telefone é 3222-2323.

O Ligue 180 registrou no primeiro semestre de 2015 uma média de 179 relatos de agressão por dia, com um total de mais de 32 mil ligações sobre violência contra a mulher. O Piauí ficou com a segunda maior taxa de denúncias, com 44 ligações a cada 100 mil mulheres, perdendo apenas para o Distrito Federal, com 60 casos. “A mulher já não tem tanto medo e passa a não querer mais aceitar ser vítima de maus-tratos”, afirma a delegada Vilma Alves.

Acesse no site de origem: Delegacia da Mulher registra 20 casos de agressões por dia (Diário do Povo – 26/04/2016)