Delegacia da Mulher orienta vítimas de violência no bairro do Uruguai (Gov/BA – 03/03/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Coagida, sobressaltada e infeliz. A dona de casa Neli dos Anjos Maia, de 49 anos, diz estar vivendo o momento mais difícil da sua vida. Já foi agredida pelo marido diversas vezes em quase vinte anos de casamento, mas agora quer dar um basta na situação. Na manhã desta quinta-feira (3) ela pediu orientações na unidade móvel da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), que esteve realizando atendimentos às vítimas de violência doméstica no bairro do Uruguai, em Salvador, juntamente com policiais militares da Base Comunitária de Segurança (BCS) local.

“No início, meu marido apenas me ofendia e gritava comigo. Ficava com medo de reagir aos insultos. A minha inércia deu lugar para que ele passasse a me bater. Vou precisar fazer uma microcirurgia no rosto por uma pancada. Não aceito mais passar por isso, e agora vou contar com o apoio da Delegacia da Mulher para superar essa história”, conta a dona de casa.

A ação itinerante da Deam está sendo realizada em alguns bairros da capital baiana ao longo dessa semana, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março.

No próximo domingo (6) será a vez do Dique do Tororó receber a unidade móvel, que já visitou os bairros do Nordeste de Amaralina e do Calabar, nos quais foram registrados, respectivamente, 27 e 17 atendimentos.

Além da orientação, a Deam tem encaminhado as vítimas de violência aos órgãos integrantes da rede de combate à violência de gênero. A iniciativa se estende à distribuição de materiais gráficos informativos para os moradores dos bairros.

“Tanto homens como mulheres precisam dessas informações. A mulher precisa saber que ela pode reverter ou evitar situações de violência doméstica e que pela Deam, ela tem todo um suporte. Elas também estão amparadas pela Lei Maria da Penha, que em 2016 completa dez anos de existência”, explica a delegada titular da Deam de Brotas, Heleneci Nascimento.

Como trabalho de prevenção, as polícias civil e militar também realizam visitas em escolas públicas. Nesta quinta-feira (3), as equipes estiveram no Colégio Estadual Polivalente San Diego, no bairro do Uruguai, onde, por meio de palestras, orientaram os estudantes sobre os direitos da mulher.

“Muitas mulheres se consideram frágeis em relação ao homem, e muitas são realmente. Mas essa fragilidade não pode colocá-las em condição de vítimas. A polícia veio reforçar que nós mulheres somos fortes o suficiente para não aceitar a violência”, afirma a estudante do terceiro ano do ensino médio, Mariene Catarina.

Ao todo, a Bahia conta com 15 delegacias especializadas, sendo duas em Salvador – uma em Brotas e outra em Periperi, fundadas, respectivamente, há 29 e 7 anos.

Vítimas de violência também podem procurar apoio nas instituições que formam a Rede de Atendimento às Mulheres em Situação de Violência. São elas:

Cedeca – Centro de Defesa da Criança e do Adolescente Yves de Roussan
Rua Gregório de Matos, 51 – 2º andar, Pelourinho.
3321-1543 / 5196/ 08002845551

Centro Maria Felipa (PM)
Rua Conselheiro Spínola, 16 – Quartel dos Barris, Barris.
71 3117-4691 / 4653

Centro de Referência Loreta Valadares
Rua Aristides Novis, 44, Federação (Estrada de São Lázaro)
71 3235-4268 / 3117-6770
centroreferencialv@salvador.ba.gov.br

Deam – Delegacia Especial de Atendimento à Mulher
Rua Padre Luiz Filgueiras s/n, final de linha do Engenho Velho de Brotas
71 3116-7000 / 7003
deam.ssaba@bol.com.br

Deam Periperi
Rua Dr. Almeida s/n, Praça do Sol, Periperi (no prédio da 5ª DP)
71 3117-8217 / 8205
deamperiperi@hotmail.com

Defensoria Pública – Núcleo Especializado da Mulher
Rua Pedro Lessa, 123, Canela
71 3117-6935 / 6936

Disque Defensoria:129
defensoria.ba.gov.br
ouvidoria@defensoria.ba.gov.br

Iperba – Instituto de Perinatologia da Bahia
Rua Teixeira Barros, 72, Brotas
71 3116-5215 / 3116-5216
Saúde.ba.gov.br

I Vara Crime de Violência Doméstica e Familiar
Rua Conselheiro Spínola, 77, Barris
71 3328-1195 / 3329-5038

Ministério Público – Gedem
Av. Joana Angélica, 1312, sala 27, térreo, prédio principal, Nazaré
71 3103-6400 / 6407
gedem@mp.ba.gov.br

Projeto Viver – Instituto Médico Legal
Av. Centenário, s/n, Térreo, Barris
71 3117-6700 / 6701 / 6702
Dique denúncia: 0800-2842222

Secretaria Estadual de Política Para Mulheres (SPM)
71 3117-2815 / 2816

SPM – Superitendência Especial de Políticas Públicas Para Mulheres
Av. Sete de Setembro, 202, Ed. Adolfo Basbaum, 4º Andar, São Bento
71 2108-7300
spm.salvador.ba.gov.br
spmcontato@salvador.ba.gov.br

Acesse no site de origem: Delegacia da Mulher orienta vítimas de violência no bairro do Uruguai (Gov/BA – 03/03/2016)