Delegacias da Mulher dobram metas definidas para julho (Diário de Cuiabá – 11/08/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

Mais uma vez as Delegacias de Defesa da Mulher de Cuiabá e Várzea Grande cumpriram com o compromisso firmado junto ao Poder Judiciário para conclusão de inquéritos policiais dentro da segunda fase da campanha “Justiça Pela Paz em Casa”, que iniciou em julho e termina nesta terça-feira, 11 de agosto, para as unidades de defesa da mulher.

Nas duas unidades foram concluídos 559 inquéritos de violência doméstica, sendo 208 da Campanha “Justiça Pela Paz em Casa”.

A Delegacia da Mulher de Cuiabá, além de cumprir a meta de finalizar 100 inquéritos, dobrou a produtividade no mês de julho. A unidade concluiu, na verdade, 108 inquéritos relativos a campanha e outros 300 de ocorrências do ano de 2015. Também foram instaurados 407 novos inquéritos, requisitadas 420 medidas protetivas da Lei Maria da Penha, realizadas 254 orientações jurídicas e ouvidas 460 vítimas, testemunhas e autores.

Na Delegacia de Várzea Grande foram concluídos 151 inquéritos, sendo 100 referente à Campanha; instaurados 72, formalizadas 43 medidas protetivas e ouvidas 300 pessoas nos casos de violência doméstica e crimes contra criança e adolescente, que a unidade também investiga.

Para a delegada da DDM da Capital, Jozirlethe Magalhães Criveletto, a característica das unidades é alta produtividade de inquéritos policiais em razão da demanda de violência doméstica contra a mulher registrada. A peculiaridade das delegacias de defesa da mulher é o pronto-atendimento.

A delegada de Várzea Grande, Ana Paula de Farias Campos, disse que a procura pela unidade continua grande e nota-se aumento pelos registros de estupros envolvendo mulheres adultas. “O estupro sempre ocorreu, mas as mulheres adultas não registram por vergonha”, disse.

Acesse no site de origem: Delegacias da Mulher dobram metas definidas para julho (Diário de Cuiabá – 11/08/2015)