Delegadas das Deams reivindicam na Alego (Diário da Manhã – 11/04/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A reunião objetivou ouvir sobre as principais dificuldades enfrentadas pelos titulares das Delegacias da Mulher no Estado de Goiás

Na manhã de ontem foi realizado no Auditório Solon Amaral da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás, a primeira reunião com os delegados titulares das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher (Deams). O encontro foi idealizado pela deputada estadual Delegada Adriana Accorsi (PT) e teve como objetivo principal reunir as principais reivindicações de todas as partes do Estado.

er no Estado de Goiás Registro do primeiro Encontro das Delegadas das Delegacias Especializadas de Atendimento à Mulher, quando problemas foram apresentados(Foto: Sérgio Rocha)

“Nós convidamos as delegadas que chefiam as Delegacias de Atendimento à Mulher em todo Estado de Goiás no sentido de levantar a real situação das delegacias da mulher em todo o estado. E também colocar o nosso mandato e a Comissão de Segurança Pública da Assembleia à disposição para pensar ações que possam fortalecer as delegacias e a política de atendimento as mulheres em situação de violência. E, principalmente, a violência doméstica e o combate ao feminicídio em nosso estado”, explicou a deputada.

Conforme a delegada Adriana Accorsi, nos últimos anos os números tem crescido drasticamente. Sinal de alerta que foi detectado em 2012, quando foi realizada uma CPMI nacional sobre a violência contra a mulher. Atualmente, Goiás ocupa o quarto lugar no ranking da violência contra as mulheres.

“Já a pesquisa referente ao ano de 2014, infelizmente nos levará a subir nesse ranking Uma vez que tivemos um aumento de 150% no número de mulheres assassinadas em Goiás no ano de 2014. Essa estatística ainda não está pronta, mas nós sabemos que houve um aumento no número de casos,” declarou a presidente da Comissão de Segurança Pública.

Perguntada sobre as principais reivindicações, Accorsi disse que são várias e que conta com o apoio dos demais deputados da Casa de Leis e do líder do executivo estadual no sentido de viabilizar a resolução dos problemas.

“Nós entendemos que temos que agir para estruturar criando estrutura física e precisamos de mais servidores para atuar nessa área de combate à violência contra as mulheres. Também precisamos elaborar uma maneira de conscientização da própria população em relação à cultura machista existente em Goiás, que é sem dúvida a principal responsável por toda essa violência”, declarou Adriana Accorsi.

Estrutura

Para a parlamentar, houve aumento significativo no número de delegacias especializadas no atendimento à mulher, mas, na opinião dela, ainda falta muito. A delegada relata que o senso comum dentre os titulares das delegacias são: pouco pessoal, poucas viaturas e estrutura aquém do necessário.

Conforme a parlamentar, várias regiões no interior do estado ainda não contam com a delegacia da mulher, o que impossibilita o atendimento adequado para mulheres vítimas de violência.

Marcelo Mendes e Daiana Petrof

Acesse no site de origem: Delegadas das Deams reivindicam na Alego (Diário da Manhã – 11/04/2015)