Delegado ministra palestra sobre Violência Doméstica em Alta Floresta (O Documento – 10/04/2013)

Cerca de 550 funcionários do Frigorífico JBS participaram de uma palestra, promovida pela Polícia Judiciária Civil, na manhã desta segunda-feira (08.04), em Alta Floresta (803 km ao Norte). A palestra com o tema “Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher”, em especial sua abordagem no âmbito da Polícia Civil, foi ministrada pelo delegado de polícia de Alta Floresta, Marcel Oliveira.

A palestra aconteceu no refeitório da empresa, durante o horário de almoço dos funcionários. O delegado iniciou o assunto com uma breve contextualização sobre a história da inferiorização feminina em relação aos homens a partir da cultura dos povos, além de explicar de forma didática os direitos das mulheres e o que prevê a lei.

Utilizando como exemplo situações reais, dando enfoque aos casos divulgados pela imprensa, Oliveira explicou como funcionam as punições pelos atos de violência doméstica e a importância das vítimas denunciarem.

Segundo o delegado, muitas vezes o que parece um ato de desrespeito banal pode terminar em uma tragédia, e a única forma de evitar é através da denúncia. “A motivação mais comum para acarretar em um ato violento é o ciúme, alguns homens acham que a mulher é a sua propriedade e não aceitam a separação.”

“É preciso que os homens respeitem as mulheres e entendam que há punibilidade para qualquer agressão, e mais importante ainda que as mulheres não se calem e denunciem”, esclareceu Marcel Oliveira, durante a palestra.

Outro aspecto importante que foi explorado é o fato da violência contra mulher ter se tornado um problema que atinge a todas as classes sociais. “Mas por vergonha, a classe média e alta são as que menos denunciam”, acrescentou o delegado.

Os funcionários que participaram da palestra, em sua maioria homens, receberam do delegado uma breve aula sobre como denunciar e como os agressores podem ser punidos, além de pontuar a atuação das delegacias de polícia no combate à violência.

A violência cometida contra mulheres no âmbito doméstico é um dos maiores problemas enfrentados hoje no Brasil. Dados da Organização Mundial de Saúde – OMS, insertos no relatório divulgado pela Anistia Internacional em 2004, apontam que 70% dos assassinatos de mulheres no mundo são cometidos por homens com quem elas tinham ou tiveram algum envolvimento amoroso e que no Brasil, de cada 100 mulheres brasileiras assassinadas, 70 o são no âmbito de suas relações domésticas.

Acesse no site de origem: Delegado ministra palestra sobre Violência Doméstica em Alta Floresta (O Documento – 10/04/2013)