Deputadas e senadoras discutem ações para combater violência contra as mulheres (Câmara dos Deputados – 11/11/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A ministra das Mulheres, da Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, se reuniu nesta terça-feira (10/11) com deputadas e senadoras para discutir ações de combate à violência contra as mulheres. Em pauta, a Marcha das Mulheres Negras que chega a Brasília na próxima semana, a campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” e um panorama dos projetos que tramitam no Congresso com relevância para as mulheres.

Nilma lembrou que as mulheres sofrem um processo histórico de discriminação e violência. “É um longo processo de subordinação. Não devemos ser tratadas dessa forma. Todos têm direito à dignidade humana”, resumiu a ministra.

Leia mais: Deputadas e senadoras discutem ações para combater violência contra as mulheres (SEPPIR – 11/11/2015)

Para ela, o governo federal deve se empenhar junto aos demais poderes e à sociedade civil organizada para lutar pelos direitos da mulher.

“Ainda vivemos em uma sociedade patriarcal que nos enxerga como objeto, não como sujeito de direito”.

A coordenadora da Bancada Feminina do Congresso Nacional, Dâmina Pereira (PMN-MG) destacou a união dos três poderes na defesa das mulheres.

“Além das parlamentares, da ministra Nilma e da secretária especial de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, nós temos o apoio da ministra Carmen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, na mobilização das mulheres pelos seus direitos”.

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) e a senadora Regina Sousa (PT-PI) definiram a Marcha das Mulheres Negras de 2015 como um momento histórico para o país.

“A recente divulgação do Mapa da Violência, com números tristes para as mulheres negras, respalda tudo o que fizemos para mobilizar as mulheres em torno da Marcha”, explicou Benedita.

Naiara Leite, coordenadora da Marcha, disse que caravanas de todo o país chegarão à Brasília para o evento, que será no dia 18 de novembro.

“Nós esperamos mais de 30 mil mulheres de todos os cantos do país. Muitas viajarão mais de três dias para estarem aqui. São muitas dificuldades, mas faremos história”.

Para a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP), as redes sociais foram um importante fator no empoderamento das mulheres, e permitiram a ampliação de eventos como a Marcha das Mulheres Negras.

No final da reunião, as parlamentares pediram apoio da ministra Nilma para a campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”. A campanha tem início no dia 25 de novembro e segue até 10 de dezembro, em uma série de ações que buscam conscientizar a população sobre os diferentes tipos de agressão contra o sexo feminino.

Acesse no site de origem: Deputadas e senadoras discutem ações para combater violência contra as mulheres (Câmara dos Deputados – 11/11/2015)