DF terá mais três centros de atendimento a mulheres vítimas de violência (R7 – 07/08/2014)

O GDF (Governo do Distrito Federal) vai ampliar para seis os Centros Especializados de Atendimento a Mulher. Atualmente, existem três locais de apoio – na antiga Rodoferroviária, na Estação do Metrô 102 Sul e no Jardim Roriz (Planaltina) – para atender casos de violência. O projeto é inaugurar mais três centros ainda este ano.

A primeira delas será inaugurada em Ceilândia (DF) até o fim do mês. As outras duas serão instaladas no Gama (DF) e em Samambaia (DF).

— Essas áreas registraram uma demanda considerável. Por isso, vamos colocar unidades mais próximas a essa população feminina, disse a secretária da Mulher, Valesca Leão.

Nos oito anos de Lei Maria da Penha, o Distrito Federal já registrou mais de 75 mil casos de violência contra a mulher. De acordo com a secretaria, não se trata apenas de agressão física, mas todas as formas de violência doméstica, principalmente o assédio moral, como xingamento, coação e ameaças, entre outros.

Apenas no ano passado foram registradas 14.654 ocorrências referentes à violência contra a mulher. Cerca de 1,5 mil a mais em comparação a 2013. Valesca Leão explica que não foi o número de casos que aumentaram, mas sim a quantidade de denúncias feitas pelas vítimas. Com as novas unidades, a perspectiva é de que esse número aumente, uma vez que a população terá um equipamento mais próximo de casa.

Acesse ao site de origem: DF terá mais três centros de atendimento a mulheres vítimas de violência (R7 – 07/08/2014)