Dia da Mulher Negra terá roda de conversa sobre racismo e violência (Pref. Cuiabá – 23/07/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

A Secretaria de Saúde de Cuiabá realiza nesta segunda-feira, 25 de julho, Dia Internacional da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, uma roda de conversa para lembrar a data. Durante a semana, uma unidade de saúde de cada uma das quatro regionais – Norte Sul, Leste e Oeste , estará reunindo em dias diferentes, pacientes e profissionais dos grupos de pré-natal, para discutir temas ligados às mulheres negras.

Em Cuiabá, o Dia Nacional da Mulher Negra terá como tema, “Vivenciando o racismo e a Violência contra as Mulheres Negras”.

Segundo a coordenadora de Programas Especiais da SMS de Cuiabá, Oriana Frutuoso Flumignan, este é um momento especial em que a Diretoria de Atenção Básica e os técnicos trabalham na implantação e fortalecimento de vários programas como o Programa da Saúde Integral da População Negra, Rede Cegonha e outros. Além de outras ações como o fortalecimento da Rede de Proteção às Pessoas em Situação de Violência (RPPSV), contam com a participação ativa dos técnicos da Saúde.

“Daí a importância da troca de vivencias e informações por meio das rodas de conversa. Nesse sentido, convidamos representantes de vários órgãos e movimentos sociais para que tragam as discussões, olhares diferentes sobre o tema, com o objetivo de fortalecer essas ações”, destacou.

Foram convidados para participar do evento representantes do Judiciário, do Comitê da Igualdade Racial da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional MT, Instituto da Mulher Negra de Mato Grosso, representantes quilombolas e outros.

O evento será realizado às 14 horas, na Casa dos Conselhos. A abertura cultural terá a presença do Grupo de Teatro e Dança Ayolwua, da Casa da Cultura e uma performance de Bia Correa.
Às 14h30min começa a Roda de Conversa e às 16 horas, uma Oficina de Turbantes.

Nas unidades de saúde, nas quatro Regionais, as Rodas de Conversa serão realizadas no dia 26, pela manhã, na unidade da Estratégia Saúde da Família, PSF Pedra 90 V e VI; no dia 27, também no período da manhã, no PSF Altos da Serra I; no dia 28, no período da tarde, no PSF Renascer e no dia 29, também no período da tarde, no PSF Ribeirão do Lipa.

Dia da Mulher Negra

O dia 25 de julho foi instituído em julho de 1992, por representantes de cerca de 70 países e participantes do Primeiro Encontro de Mulheres Negras da América Latina e Caribe, realizado em Santo Domingo, na República Dominicana. O objetivo foi celebrar e, sobretudo estimular a reflexão sobre o papel das mulheres negras, da América Latina e Caribe.
A ideia é dar visibilidade a temas como desigualdade racial e de gênero, a resistência e luta das mulheres negras contra o racismo, o sexismo, a discriminação de classe e preconceitos, fortalecendo e resgatando as organizações de resistência das mulheres.

Em 2014, foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff a Lei nº 12.987/2014, que estabelece a data o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.

Tereza de Benguela foi uma líder quilombola, que viveu durante o século 18 no Quilombo de Quariterê, aqui em mato Grosso. Com a morte do companheiro, Tereza se tornou a rainha do quilombo e, sob sua liderança, a comunidade negra e indígena resistiu à escravidão por duas décadas, sobrevivendo até 1770, quando o quilombo foi destruído pelas forças de Luiz Pinto de Souza Coutinho e a população (79 negros e 30 índios), acabou morta ou aprisionada.

SERVIÇO
Roda de Conversa e evento cultural pelo Dia Nacional da Mulher Negra-
Data: 25 de julho
Horário: 14 horas
Local: Casa dos Conselhos
Avenida Dom Aquino – Atrás do Colégio São Gonçalo

MARIA BARBANT

Acesse no site de origem:  Dia da Mulher Negra terá roda de conversa sobre racismo e violência (Pref. Cuiabá – 23/07/2016)