Diplomata espanhol acusado de matar esposa é pronunciado (TJES – 12/07/2016)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O diplomata espanhol J.F.L., acusado de matar sua esposa, a capixaba R.J.L., foi pronunciado pelo juiz da 1ª Vara Criminal de Vitória, Marcos Pereira Sanchez, e deverá ir a júri popular. A decisão é de primeiro grau, cabendo recurso da defesa do réu às Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES). O crime aconteceu em maio de 2015, tendo grande repercussão na imprensa local.

Mesmo tendo sido pronunciado, o acusado permanece em liberdade, uma vez que, de acordo com o magistrado, inexistem, por ora, motivos concretos para a decretação de prisão cautelar.

Em sua decisão, o magistrado entendeu que, no que diz respeito à autoria do crime, existem elementos suficientes para demonstrar que o réu é o principal suspeito de ter desferido golpes de faca contra a vítima no dia dos fatos apresentados na denúncia. O juiz ainda disse que, embora o acusado negue ter desferido os golpes que mataram a mulher, sustentando a versão de suicídio, existiam lesões no corpo da vítima não explicadas pela dinâmica dos fatos narrada pelo acusado.

A Ação Penal n° 0018129-60.2015.8.08.0024, foi ajuizada pelo Ministério Público Estadual (MPES). O júri do acusado não tem data para acontecer, uma vez que a decisão poderá passar por apreciação das Câmaras Criminais do TJES.

Texto: Tiago Alencar 

Acesse no site de origem: Diplomata espanhol acusado de matar esposa é pronunciado (TJES – 12/07/2016)