Documentário mostra mulheres em luta contra a violência na Amazônia (Rádios EBC – 29/03/2015)

História relata o envolvimento de mulheres que denunciam a violência contra elas mesmas e contra as crianças em Altamira, no Pará

O documentarista Rogério Soares que já morou na Amazônia e hoje vive no Canadá, sempre observou as notícias que lia pela Internet sobre os índices de violência contra a mulher, crianças e adolescentes, em especial quando elas iam à Brasília, para denunciar esta situação.

Ouça o áudio da matéria: Documentário mostra mulheres em luta contra a violência na Amazônia (Rádios EBC – 29/03/2015)

Rogério Soares relata dados do Ministério da Justiça que coloca Altamira, no Pará, como a terceira cidade do país onde a criança e o adolescente são mais vulneráveis à violência, em especial porque Altamira tem apenas 100 mil habitantes, em comparação com muitas outras cidades brasileiras. E por isso, ele resolveu conhecer mais de perto o problema.

No documentário, ele mostra a trajetória, em especial, de uma mulher que é conselheira tutelar, mulher de pescador abandonada pelo marido com os filhos, e ao mesmo tempo ativista do Movimento dos Atingidos por Barragens, Edisângela Gomes. Razão pela qual o documentarista deu o nome ao seu trabalho de Mãe da Amazônia.

Seguindo Edisângela, o documentário traz o drama de pessoas abusadas pelo desenvolvimento insustentável, que é o caso de Belo Monte, um projeto que chegou imposto a uma população e que viola os direitos fundamentais de vários habitantes de Altamira.

Acompanhe esta entrevista ao programa Natureza Viva, com a jornalista Mara Régia e saiba como e onde o documentário Mãe da Amazônia será divulgado. O Natureza Viva vai ao ar aos domingos, das 8h às 10h, na Rádio Nacional da Amazônia.

Acesse no site de origem: Documentário mostra mulheres em luta contra a violência na Amazônia (Rádios EBC – 29/03/2015)