Educação define ações para campanha de combate à violência contra a mulher (Gov/PR – 25/09/2015)

Share on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterEmail this to someone

O cronograma de ações da campanha que irá debater as questões que envolvem a violência contra a mulher está definido. O conjunto de atividades será desenvolvido pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná, em conjunto com outras secretarias e órgãos que representam a sociedade civil. O enfrentamento à violência contra a mulher será debatido nas escolas estaduais do Paraná e vai envolver toda a comunidade.

Nesta sexta-feira (25), em reunião na sede da Secretaria da Educação, em Curitiba, foi apresentado o plano de ação da campanha e os representantes de cada segmento envolvido puderam apresentar novas sugestões para serem desenvolvidas até o fim do ano.

Uma grande mobilização no Estado está prevista para 25 de novembro, Dia Internacional da Não Violência contra a Mulher. “Sabemos que muitas escolas já trabalham com o tema e a mobilização nesse dia pode envolver toda a comunidade no alerta sobre o problema. Os principais temas que a campanha irá tratar são o respeito, direitos humanos, a igualdade de direitos e a desnaturalização das violências associadas ao gênero feminino. A ideia é que o tema seja abordado continuamente nas escolas atuando de forma preventiva”, explicou Marise Ritzmann Loures, chefe do Departamento da Diversidade da Secretaria da Educação.

Ela destaca que serão organizadas diversas ações, como palestras, web conferências, Escolas Interativas e relatos de experiências. “O objetivo é divulgar questões que envolvem os direitos humanos, as relações de gênero e a violência contra a mulher e envolver vários segmentos da sociedade civil organizada para discutir o assunto”, disse.

Todos os Departamentos da Superintendência de Educação serão envolvidos nas ações. Também será criado um espaço dentro do portal da Secretaria para reunir todo o material e pesquisas já feitas sobre a violência contra a mulher

Os 32 Núcleos Regionais de Educação receberão orientações para a articulação da campanha. Também está previsto um Ciclo de Escolas Interativas, que são Conferências Virtuais sobre o tema onde todos podem acessar pela internet para falar sobre o assunto.

“O nosso ponto de partida são as escolas, mas queremos envolver toda a comunidade do município e da região no debate. Sempre comento aquele slogan que diz que ‘quem bate na mulher machuca a família inteira’. Devemos chamar os pais e mães também para conversar sobre esse assunto”, afirmou Marise.

A Secretaria da Educação já desenvolve ações dentro das escolas para debater a violência, com discussões sobre os direitos das crianças e dos adolescentes assegurados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e das diversas formas de violência. “A ideia agora é ampliar essa discussão com toda a sociedade com relação à violência contra a mulher”, explicou a chefe do Departamento de Gestão Educacional, Cristiana Gonzaga.

Participaram da reunião desta sexta- feira (25) representantes da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Secretaria para Assuntos Estratégicos, Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Assessoria Especial de Juventude, Ordem dos Advogados do Brasil-seccional Paraná, Ministério Público do Paraná, representantes de universidades particulares, organizações da sociedade civil, grêmios estudantis e do sindicato que representa os professores.

Acesse no site de origem: Educação define ações para campanha de combate à violência contra a mulher (Gov/PR – 25/09/2015)